Dieta das Princesas

correr emagrece mesmo?

correr emagrece mesmo?

quando mudei a minha alimentação e comecei a emagrecer [já tinha perdido os primeiros cinco quilos] senti necessidade de fazer mais alguma coisa. acho que, naquela altura, queria acelerar o processo mas queria também dar uso à nova energia que sentia. naquele processo de voltar a sentir-me apaixonada por mim fazia sentido mexer-me mas, também, encontrar formas alternativas de arrumar a cabeça e curar as neuras e que não passassem por comer.


emagrecer, numa pessoa saudável, é uma conta de diminuir muito simples: gastamos mais do que consumimos, logo emagrecemos. nesse caso podemos dizer que correr emagrece se estiver associado a uma alimentação saudável. mas, atenção, que nem isso será linear porque depende muito do tipo de treino que é feito e dos estímulos que o corpo precisa. ou seja, desculpem se vos desiludo, mas correr também não é a fórmula mágica para o emagrecimento [a desilusão é maior ainda, a única magia é querer].

correr não emagrece só por si mas…
correr aumenta a energia que gastamos e acelera o nosso metabolismo [ou seja, gastamos mais apenas para existir].
correr melhora as nossas capacidades cardiovasculares.
correr dá-nos tempos para pensar e arrumar a cabeça.
correr é uma actividade simples, sem necessidade de mais nada, para além de vontade e uns ténis.
ou seja, correr é muito bom!

 

[e agora vamos correr.]

Comentários (5)

  • Catarina,
    Ótimo post de esclarecimento! E concordo, correr é mesmo bom 🙂 É o “meu” tempo, um tempo em que não sou interrompida, estou só e comigo mesma e, às vezes, é só disso que precisamos neste looping em que a vida quotidiana se tornou…
    beijinhos

    Responder
  • 4000kms depois, 23kgs a menos…

    Responder
  • Catarina, podem ser uns ténis básicos que temos no fundo do armário ou temos de ir comprar uns especias de corrida, literalmente 🙂 ?
    Não sei se já aqui falaste sobre a tua lesão no joelho. Dicas para evitar lesões são bem vindas!

    Responder
  • […] há quase dois anos comecei a sentir o joelho esquerdo de uma forma pouco agradável. a corrida tinha-se tornado o meu momento de escape, a minha nova forma de lidar com a ansiedade – que sempre “curei” com comida, e a minha ajuda para emagrecer. […]

    Responder
  • […] num blog de corrida é um exercício complicado. Tenho tantas saudades de correr. Há um ano perdi 15 quilos e comecei a correr. A corrida tornou-se a minha psicanálise e o meu ginásio. Quando os meus joelhos resolveram […]

    Responder

Escrever um comentário