Dieta das Princesas

admirável mundo novo: o crossfit

acho que esta segunda-feira, depois de tudo o que é costume comer no Natal, é o melhor dias para vos [voltar a] falar do crossfit.

há quase dois anos comecei a sentir o joelho esquerdo de uma forma pouco agradável. a corrida tinha-se tornado o meu momento de escape, a minha nova forma de lidar com a ansiedade – que sempre “curei” com comida, e a minha ajuda para emagrecer.

fiquei desorientada. felizmente voltei a correr [e como adoro correr!] mas não pode ser todos os dias e tenho que fazer reforço muscular para garantir que o impacto nos joelhos é o menor possível.

em Abril de 2014 fui visitar a Smart Academy e fiquei fascinada com o crossfit [agradecerei sempre ao Mikael por me ter ensinado a saltar à corda com 36 anos e por me mostrar que não existe isso de “não sou capaz”].

 

há um mês voltei ao crossfit . tenho conseguido treinar quase todos os dias. são os meus 60 minutos diários. durante aquele tempo penso apenas em fazer mais e melhor. o corpo agradece e não mau humor que resista a cada treino. foi por isso com ainda mais gosto que estive na apresentação do blog www.dicasdosalgueiro.pt. já era fã do Bruno e ainda mais desde que me vou cruzando com ele na CrossFit Rato.

_DSC3999

 

na The Bakery CrossFit, o Salgueiro explicou como funciona cada aula e desafiou todos os presentes para experimentarem [aqui vemos a Mónica d’a mulher é que manda a fazer um wall ball e também vemos a barriga que uma das leitoras achou que tinha surpresa lá dentro mas – apesar de eu estar farta de falar em mais um filho, não há novidades dessas] .

 

_DSC4157

 

vejam o blog e experimentem uma aula de crossfit. sem medo porque há adaptações para todos e o ambiente é de apoio e superação. treinar crossfit tem um impacto muito positivo na relação com o corpo porque passamos a dar mais valor à força que temos e às coisas que somos capazes de fazer do que à aparência. para mim, um dia sem treino é como ir à escola e não puder ir ao recreio. é o meu momento. e é também uma parte fundamental do meu equilíbrio.

_DSC4088

fotos: Pau Storch

Comentários (3)

  • Boa ginastica eque mais venham em 2016
    Mark Margo
    http://www.markmargo.net ( ENTRETENIMENTO e PLAYMATES )

    Responder
  • […] conheci e ter conseguido – de alguma forma, fazer com que essas pessoas fossem mais felizes. o melhor destes dois anos foi a forma como me apaixonei pelo desporto. o melhor destes dois anos é continuar a ser exactamente a mesma que pessoa que era […]

    Responder
  • […] tive novos desafios, lancei um livro, e escrevi muito em vários formatos. em 2015 estive parada e reencontrei o desporto e a superação. em termos de alimentação, dois anos depois da mudança, do meu admirável mundo novo, tive […]

    Responder

Escrever um comentário