PubliPost

Já começaram a pôr em prática as resoluções de ano novo?

Ano novo. Já começaram a pôr em prática as resoluções?

Isto dos balanços é muito giro, mas o mais difícil vem depois. Pôr em prática as resoluções de ano novo é o grande desafio, porque implica mudanças estruturais nos nossos hábitos de vida, que culminam quase numa transformação a nível pessoal.

Já falei sobre o meu problema de compulsão alimentar, sobre este vício que é comer emocionalmente. Mas também é comum falar-vos dos meus treinos, dos meus truques para o equilibrio, que passam por fugir a qualquer tipo de fundamentalismos. Apesar de ter perdido muito peso (e recuperado outro tanto, mas posso culpar a miúda e o casamento) , tenho no topo da minha lista de resoluções a saúde, a força e a boa forma física. Não são só o aspeto e a estética que me fazem desejar ser cada vez melhor neste campo. Nao é um número! É a minha saúde, a minha vida, a minha capacidade de acompanhar os meus filhos durante muitos mais anos, filhos esses a quem quero conseguir incutir os mesmos princípios e valores de bem-estar.

Mas como é que podemos começar? Que ferramentas é que nos podem ajudar a sermos tão determinados nas nossos acções quanto somos nas ideias que definimos? O LIDL vai ajudar com o desafio #comecehoje – precisamente porque estes planos são os maiores alvos da procrastinação, adiamentos, do “amanhã é que vai ser.” E aqui os números interessam porque é tudo com bons preços!

Se nos rodearmos de coisas que potenciem as nossas resoluções, instintivamente vamos começar a segui-las. Tenho aprendido isto. As circunstâncias em que nos inserimos são sempre poderosas. Seja para a alimentação, para começar a treinar ou para cozinhar mais, aqui ficam cinco ideias do Lidl (repleto de coisas boas) para que os contextos ajudem mesmo nesta transformação — amigas da saúde e do orçamento familiar.

Resoluções de ano novo. Vamos a isso!

Roupas novas para o ginásio

Não subestimem o poder das roupas e da vaidade (saudável). São capazes de nos fazer ir treinar, até nos dias em que apetece menos, porque há coisas novas para estrear. Ano novo, roupa nova. O Lidl tem de tudo: calças desportivas (7.99€), casacos confortáveis e próprios para a pratica de desporto (12,99€), tops com bom suporte (8,99€), T-shirts (5,99€) e leggings próprios (7,99€). Tudo giro e a bons preços. Uns ténis novos também ajudam sempre (especialmente se custarem 12,99€).

Kit treino em casa

O treino funcional, que utiliza o peso do próprio corpo e que faz recurso de materiais simples e fáceis de arrumar, é ideal para fazer em casa — além de ser muito bom para a mobilidade, porque nos faz replicar movimentos básicos do dia-a-dia, fortalecendo-nos.

No Lidl há tapetes conjuntos de bandas elásticas fitness, super versáteis e que permitem fazer uma série de exercícios para diferentes partes do corpo, das pernas, aos glúteos, braços ou costas (5,99€). Há ainda um conjunto de fitness (7,99€) constituído por três elementos: cordas para saltar (caso os vizinhos não se importem), um ótimo exercício cardio, uma plataforma de equilibrio (que mobiliza imensos músculos ao mesmo tempo) e ainda pegas de apoio para flexões.

Balança nutricional digital

E se a ideia é comer melhor e saber exatamente aquilo que estamos a ingerir, porque não apostar numa balança (12,99€), que nos dê a informação nutricional e calórica de mais de 800 alimentos? Cálculo o valor dos nutrientes — das proteínas, hidratos ou gorduras —, ajudando a dar um quadro mais real daquilo que estamos a comer. Mas cuidado, nada de vícios e fundamentalismos.

Alimentação saudável

Aparelho para cozinhar a vapor

Uma das formas mais saudáveis de cozinhar, porque preserva o perfil nutricional dos alimentos, que, por exemplo, cozidos em água, perdem parte dos micronutrientes, como vitaminas e minerais. Ter um aparelho próprio para isto vai fazer-nos comer muito melhor — e ter uma saúde mais protegida.

Um bom robot de cozinha

Uma das regras fundamentais para comer bem, passa por passar tempo na cozinha. Não sou uma especialista nisto, mas gostava de ser. E sei que um robot de cozinha (69,99€) — que é capaz de amassar, picar, misturar, ralar, mexer ou espremer — é o ideal para os preguiçosos determinados em comer melhor (como eu!).

Vamos a isto de pôr em prática as resoluções de ano novo? Ainda posso dizer: bom ano!

Comentários (1)

  • […] Já falei sobre o meu problema de compulsão alimentar, sobre este vício que é comer emocionalmente. Mas também é comum falar-vos dos meus treinos, dos meus truques para o equilibrio, que passam por fugir a qualquer tipo de fundamentalismos. Apesar de ter perdido muito peso (e recuperado outro tanto, mas posso culpar a miúda e o casamento) , tenho no … Ver artigo completo no Blog […]

    Responder

Escrever um comentário