Relações

Agradecer o teu nascimento. Parabéns meu amor

agradecer o teu nascimento

Sei exactamente quais são os teus defeitos porque são poucos. Mas sabes que também não foram as qualidades que me fizeram ficar irremediavelmente apaixonada por ti. Conheci-te e eras meu. Soube pelo cheiro e tive a certeza no dia em que foste meu. Como ainda há pouco escrevi, sei a sorte que tenho. É tão maravilhoso como assustador. Viver contigo é muito fácil e muito doce. Não só pelo especial que és mas porque eu sou uma pessoa diferente desde o dia em que te conheci. Porque serei sempre a certeza que te quero ao pé de mim. Hoje é dia de agradecer o teu nascimento. Parabéns meu amor. Em nome de todos cá em casa.

 

Agora a verdade não poética, eu só me apaixonei porque o homem é lindo e sempre o vejo passa-me tudo. És o homem que desejaria no meio da multidão.

E, como escrevi no Instagram, antes de agradecer o teu nascimento:

Sempre que falo na nossa história de amor recebo mensagens de outras mulheres que estão naquele momento em que perderam a esperança de encontrar alguém com quem essa coisa de “história de amor” faça sentido. Eu acho que há uma grande dose de sorte: estar no lugar certo à hora certa, com a disposição certa e no momento certo da vida e isto tudo elevado a dois. Depois há outra dose de um conceito de amor que não conhecia: acertar os gostos, as logísticas, ceder e bater o pé nas doses certas, pedir desculpa sem medo, e não ter medo de aceitar desculpas. Diria que aqui é o amor que dá muito trabalho porque na sorte mandamos pouco.

Eu não tenho medo de ficar sozinha mas há dias em que sonho que o Pedro afinal não é nada daquilo que eu acho e fico com o peito apertado e a respiração difícil. Depois racionalizo e penso que afinal o amor dá ainda mais trabalho porque é preciso saber gerir o medo que dá ter tido sorte.

Comentários (3)

  • […] post Parabéns meu amor appeared first on dias de uma […]

    Responder
  • Olá Catarina.

    Escreves bem e com o coração. Gosto de te ler, mas de tudo o que escreves o que mais gosto de ler é o amor pelo teu marido. É tão bonito, tão verdadeiro, tão amor. Que dure muito tempo, se sempre vos fizer felizes.
    Beijinhos.

    Responder
  • «Saber gerir o medo que dá ter tido sorte» – conheço bem esse sentimento.

    Muitas felicidades!

    Responder

Escrever um comentário