Maternidade

Partilhar quarto: 4 vantagens para os os irmãos

partilhar quarto

Quer seja propositado, quer seja porque a casa não dá para mais, irmãos podem ficar a ganhar quando têm de partilhar quarto. Irmãos que partilham quarto aprendem desde cedo noções importantes como a partilha, compreensão ou respeito pelo espaço do outro. Mesmo que isso demore, envolva discussões, birras e tenha fases menos boas. Estas aprendizagens levam para fora do quarto, para a escola e resto da vida. Aqui ficam as quatro grandes vantagens dos miúdos partilharem o quarto, justificadas por especialistas e enumeradas num dos meus sites preferidos, o “Cup of Jo”.

 

Partilhar quarto: 4 vantagens para os irmãos

Tornam-se mais empáticos

A partilha é um exercício e um intuito que não nasce connosco. Esta capacidade deve ser treinada e dividir o quarto contribui para este desenvolvimento. Uma especialista em parentalidade, Joanna Seidel, diz ao “Cup of Jo” que os “miúdos que partilham um quarto vão aprender a respeitar os outros e a desenvolver paciência e compreensão, o que pode torná-las mais empáticas.” Isto não significa que vá correr sempre tudo calma e serenamente. Vai haver discussões, birras ou queixinhas. Para facilitar, a mesma especialista sugere que se criem espaços específicos para cada criança no quarto, com as suas coisas, por exemplo.

 

Vão ser melhores companheiros de turma

E não só. A realidade é que isto estende-se à vida toda, seja quando saem de casa dos pais para dividir casa ou quando vão viver com alguém. Vão saber partilhar ao mesmo tempo que respeitam o espaço de outras pessoas. “Irmãos que partilham o quarto vão ser mais capazes de dividir um espaço no futuro, como numa sala de aula ou local de trabalho.”

 

Criam laços mais fortes

Se passam mais tempo juntos, irmãos que partilham quarto vão desenvolver uma relação muito mais próxima. Normalmente abrem-se mais um com o outro, nem que seja pela partilha de pensamentos ou situações antes de adormecerem.

 

E nós dormimos mais

Acordar sozinho num quarto depois de um pesadelo é diferente de acordar e sentir o irmão ou irmã ao lado. Há um sentimento de segurança e conforto muito superior, o que os torna mais independentes. Significa isto que há probabilidade de recorrem menos aos pais durante a noite. Mas claro que depende sempre da criança e da fase em que está (um excelente pretexto para recordar a decisão de montar uma camarata no meu quarto, por causa dos pesadelos do Afonso.)

São estas as vantagens de partilhar o quarto!

E agora, dicas para aguentar as birras!

Comentários (1)

Escrever um comentário