Maternidade

E quando os miúdos fazem xixi na cama? 5 dicas práticas

xixi na cama

Maria Luiza tem dois anos e perguntam-me: Ainda usa fralda? Usa sim. Há tempo para cada fase e cada criança é uma caso. Não tenho pressa. Mas também sei que nem todos os pais encaram isso da mesma forma. E quando os miúdos fazem xixi na cama?17

Não é um problema do outro mundo. É, na realidade, muito mais comum do que aquilo que pensamos. Fazer xixi na cama, segundo a Mayo Clinic, acontece a 15% das crianças com cinco anos, mas a menos de 5% das crianças com idades entre os 8 e os 11 anos. É mais comum nos rapazes do que nas raparigas e é quase sempre um problema que aparece e desaparece naturalmente. É uma fase. Ultrapassa-se. Não há motivo para grande alarme.

Ainda assim, se estiverem a passar por isso, aqui ficam seis dicas para lidar com o xixi na cama, do site “Parents“.

1. Fazer desaparecer a culpa

Ficar zangado não é solução. É até contraproducente, porque ele vai sentir-se pressionado para não fazer xixi e acabará por fazê-lo. “É difícil de impedir uma criança de molhar a cama e os pais nãos se devem preocupar, a menos que ele esteja envergonhado e peça ajuda”, diz Scott J. Goldstein, instrutor de Pediatria Clínica da Northwestern University School of Medicine. em Chicago. Não dar muita importância é fundamental. Basta dar conforto e dizer-lhe que é normal o que está a acontecer, para que ele não se sinta sozinho. “Tranquilize o seu filho, explique-lhe que ele não está sozinho, e que aquilo que está a acontecer é muito normal entre a faixa etária dele.”

2. Falar com o pediatra

Fale com o pediatra, para que ele possa registar o progresso da criança e dar-lhes sugestões sobre como lidar com o xixi na cama. Se a criança tiver mais de cinco anos e se os episódios começaram abruptamente, pensem se há um motivo especifico que os possam ter desencadeado. Stresse, infecções urinárias e diabetes podem estar na origem disto, apesar de o mais recorrente ser um simples e comum atraso no desenvolvimento do controlo da bexiga durante a noite.

3. Motivar idas à casa de banho antes de dormir

Tenham a certeza que o miúdo vai à casa de banho antes de se ir deitar, mas façam por levá-lo novamente antes de vocês se irem deitar. Se a bexiga estiver vazia é muito menos provável que façam xixi durante a noite. A solução não cura o problema, mas é uma estratégia para manter a cama limpa. Há alguns especialistas que sugerem que se reduza a ingestão de líquidos, algumas horas antes de ir dormir.

4. Confirmar se não há prisão de ventre

A prisão de ventre pode originar problemas na bexiga, porque, quando o reto, que fica logo atrás deste órgão, está cheio, faz pressão e isso causa instabilidade, que pode levar a estes acidentes noturnos. Caso notem que os intestinos dos miúdos estão presos, aumentem a ingestão de líquidos e fibras para que voltem a funcionar normalmente.

5. Apostar num colchão à prova de água

Apostem numa capa de colchão impermeável e tenham um pijama seco por perto, para quando for preciso mudar. Envolvam a criança na mudança dos lençóis, façam-no em conjunto porque torná-lo consciente daquilo que está a acontecer, pode ajudar na resolução do problema.

 

E depois de falarmos de xixi na cama, agora dicas para lidar com as birras.

Comentários (1)

Escrever um comentário