Relações

13 atividades para fazer com as amigas (que não são ir almoçar ou jantar fora)

Atividades para fazer com as amigas. 13 ideias longe de restaurantes

Hoje a tarde foi assim: com uma amiga — a Sílvia, que tem escrito aqui no blogue uma história de amor —, deitadas na relva de barriga para o ar, como se fossemos adolescentes, mas a falar de preocupações de adultos. Também houve silêncio, daquele bom, sereno e descontraído.  Com o sol e os dias quentes, esta é uma das coisas que mais gosto de fazer. Os restaurantes não são o único lugar para estar com os amigos. Há um mundo de possibilidades que é comum esquecermos. Podemos juntar-nos só para relaxar, mas também podemos reunir-nos com um objetivo e tarefas inadiáveis e torná-las menos insuportáveis. É isso: o post de hoje é sobre atividades para fazer com as amigas ou amigos — longe das mesas e cozinhas.

Atividades para fazer com as amigas

Tirar um curso ou fazer um workshop

Virado para as artes — tipo pintura, cerâmica, desenho, escultura ou joalharia — ou para outro tema que vos interesse, como a escrita, marketing, qualquer coisa dentro do mundo digital ou da cultura.

Ir às compras

Nada melhor do que ter uma amiga (de preferência sincera) numa ida às compras. Com o bom tempo, esqueçam os centros comerciais: aproveitem o Chiado, o Bairro Alto, o Rossio, todo o comércio de rua.

Ou ver só as montras

Também uma ótima actividade, bem menos dispendiosa e consumista. Caminhem, conversam e aproveitem a companhia uma da outra.

Dar uma volta no bairro e ir comer um gelado

Mais um pretexto para estar na rua a passear. Passem numa gelataria, peçam os vossos sabores preferidos e continuem a andar, sem pensar muito no rumo.

Ir ao cinema à tarde (ou à noite)

Encontrem-se mais cedo e, depois, vejam um filme juntas. Com o bom tempo começam a surgir sessões de cinema ao ar livre, como as maravilhosas do Topo Chiado, que fica entre as ruínas do Carmo e que tem uma vista linda da cidade. Não se preocupem com o frio — eles dão mantas.

Ou levar o cinema a casa

Também dá, é bom e mais barato. Escolham um filme, comprem pipocas ou o que mais gostarem e aproveitem a tarde ou noite. Se preferirem séries, escolham uma e façam uma maratona.

Ir a um miradouro

Torel, São Pedro de Alcantara, Graça, Nossa Senhora do Monte. Lisboa está cheia de miradouros lindos. É um ótimo pano de fundo para uma boa conversa e uma excelente atividade para fazer com as amigas. Ou amigos. Ou até em família.

Fazer recados juntas

Tarefas podem tornar-se bem menos aborrecidas se tivermos na companhia de alguém de quem gostamos. Isto é um dois em um: obrigam-se a resolver o que têm para resolver, enquanto passeiam tempo juntas.

Ir para um jardim ler um livro

Gulbenkian, Quinta das Conchas, Estrela. É um programa simples, mas tão sereno. Combinem uma tarde de leitura no jardim. Levem uma toalha grande, estendam na relva e leiam. Deitem-se, olhem para o céu e espreguicem-se.

Ou fazer um piquenique

A ideia é a mesma do que a anterior, mas podemos adicionar ou substituir o livro por comida, o que também me parece maravilhoso.

Ir ao ginásio

O ginásio sozinha pode tornar-se solitário. Além de passarem tempo juntas, motivam-se e puxam uma pela outra. Quem diz ginásio, diz outra actividade física: um grupo de corrida, uma aula especifica de uma modalidade.

Ir ao cabeleireiro

Arranjar as unhas, pintar ou cortar o cabelo. Abracem o lado diva, cuidem-se e divirtam-se. Fica aqui o sítio onde melhor tratam de mim: o 2be.

Ir ao supermercado

A história repete-se: qualquer tipo de atividade obrigatória torna-se melhor com a companhia certa. Uma das atividades para fazer com amigas que vos sugiro é esta: ir ao supermercado, tratar das compras do mês ou dos ingredientes para o jantar. Se preferirem, escolham antes ir ao mercado.

Contem-me: quais são as vossas atividades para fazer com as amigas preferidas?

Comentários (1)

  • Gosto imenso de caminhar com uma companhia à beira mar e ir conversando sem saber quando será o final do trajeto. Tudo consoante o tempo disponível. Gosto de simplesmente sentar num banco a ver as ondas no mar.
    Adorei a sua partilha sobre deitar na relva, pensei logo na minha adolescência.
    Grata pela partilha

    Responder

Escrever um comentário