Maternidade

13 anos [sou mãe há 13 anos]

estamos na fase em que é difícil encontrar uma fotografia tua. és adolescente. eu não pensei que fosse difícil ser mãe de um adolescente mas é. a bem da verdade: ser tua mãe é muito fácil. mas, desde que te tenho adolescente [agora oficialmente adolescente] há instantes em que fico perdida: sem saber se a solução passa por mais rigor ou por mais independência. mas, repito, ser tua mãe é muito fácil. ser mãe nem sempre foi. há 13 anos já te amava perdidamente. foste a alegria que me fez sobreviver à morte do teu avô Mário. mas, no instante em que te vi, fiquei tremendamente assustada: eras meu e dependias de mim. como se conseguia respirar perante um amor tão avassalador numa forma tão pequenina?

é muito fácil ser tua mãe. somos diferentes em quase tudo mas temos o mesmo humor. esta forma irónica e desprendida de rir de quase tudo e de transformar as desgraças em piadas mórbidas que só nós percebemos. somos diferentes em quase tudo mas sabemos o que cada um está a sentir mesmo no silêncio. não somos amigos, somos mãe e filho. com tudo aquilo a que temos direito. e eu continuo sentir: como se conseguia respirar perante um amor tão avassalador (mesmo que já tenhas 13 anos)?

há 13 anos deixei de ser menina para ser tua mãe. não, não foi sempre fácil. quis tantas vezes não ser crescida. aprendi a ser mãe contigo. e, ironicamente, foi com o teu cheiro, com o som da tua respiração, com o teu colo, que voltei a aprender a respirar, que acalmei tantas vezes as dores do meu crescimento. não somos amigos. somos mãe e filho. e isso é tudo.

 

 

 

 

fica a música. tu sabes porquê.

 

13 anos [sou mãe há 13 anos]

Comentários (8)

  • Tens a autenticidade de me fazer emocionar, sempre que te leio, mais ainda quando falas desse amor, que cuidas tão bem e que inpira qualquer um que sonhe em vir a sentir algo do género. Amor de mãe. Não sei o que é, mas tenho em ti um dos exemplos mais sinceros, simples e profundos do que é ser mãe, Amar alguém que depende de nos para sempre.
    Tenho o maior orgulho e privilégio por te ler, sempre e repetidamente às vezes, emocionei-me mais uma vez. Parabéns Catarina mãe, mulher e inspiração. Parabéns ao adolescente e que mesmo nos dias difíceis sejas sempre feliz.
    Lindo. Simples. É amor.
    Obrigada,
    Beijo enorme!
    <3
    Carolina Melo

    Responder
  • Catarina, o meu baby boy tb completa hoje dois anos de vida.
    Estou na maternidade há menos tempo que tu, mas reconheço bem os sentimentos de que falas.
    Muitas felicidades!!

    Responder
  • Hoje, também, faz 13 anos que nasceu o meu filho… Como me faz feliz!
    Parabéns!!!!!!!!!!!!!!!
    Beijinhos

    Responder
  • O tempo passa a correr
    Mark Margo
    http://www.markmargo.net (entretenimento e cinema)

    Responder
  • olá,

    é difícil não ficar comovida cada vez que escreves, cada vez que leio uma palavra tua fico emocionada, pois como tu eu também tenho um filho com 14 anos e outra com 16…e isto de ser mãe de dois adolescentes ao mesmo tempo não é fácil, mas é muito recompensador…obrigada pelas palavras que escreves todos os dias…bjs

    Responder
  • E não há nada melhor que isso.

    http://ourpicturingdays.blogspot.com

    Responder
  • É maravilhoso!!!!!! E são esses sentimentos que me esperam em breve!!!!!! 🙂

    O Pai,
    http://www.soupai.pt

    Responder
  • […] O meu filho mais velho fez 13 anos. É oficialmente adolescente de acordo com a língua inglesa (eu, como mãe, acho que o G. já é adolescente há uns meses). O meu filho mais pequeno tem 4 anos e meio (soube há exactamente cinco anos que o tinha na barriga). No outro dia fazia contas à vida: e se tivesse outro filho? Neste caso “fazer contas à vida” era literalmente isso mesmo: perceber se financeiramente seria viável ter outra criança em casa. […]

    Responder

Escrever um comentário