Voltámos em força com a tour pela casa nova!

6

O regresso ao canal de YouTube em grande força com uma tour pela casa nova. Uma forma muito boa de comemorar o regresso à margem sul.

Neste primeiro episódio, passei pela sala enquanto falo sobre todos os pormenores da construção.

Podem mandar perguntas se quiserem ver as vossas perguntas respondidas num novo vídeo do tour pela casa nova.

Como escrevi no blog, a casa foi feita com estrutura em LSF.

Podem ler mais aqui no blog

Método LSF. Hoje voltamos a falar da casa nova. Como vai a construção? (diasdeumaprincesa.pt)

E todos os pormenores aqui: Construir uma casa. Quanto custa construir uma casa de raiz? (diasdeumaprincesa.pt)

Até chegarmos aqui confesso que fui uma grande aventura (em alguns momento muito dura, não vos escondo, mas farei um vídeo sobre toda a verdade do processo). E quem me lê sabe que demorou!

Agora ficam os contactos de todos os fornecedores com que as coisas correram muito bem.

Janelas: My Window

Como escolhi as janelas: é simples mas exige perguntas! (diasdeumaprincesa.pt)

Parte eléctrica: Schneider Electric

parte eléctrica – a nossa escolha para a casa nova (diasdeumaprincesa.pt)

Tintas: Dyrup

Tintas escolhidas: trago novidades da casa quase pronta (diasdeumaprincesa.pt)

Chão radiante e bomba de calor (aquecimento de águas). We Are Energy

We Are Energy | Facebook

Madeiras: Flexawoodworks

Flexa Woodworks (@flexawoodworks) • fotos e vídeos do Instagram

Se precisarem de um empreiteiro de total confiança podem deixar mensagem com o vosso email que eu envio.

6 Comentários
  1. Patricia Nunes says

    Ola Catarina posw indicar o contacto das arquitectas e do empreiteiro. Obrigada

  2. Franclim Gouveia says

    Boa noite,

    Espero que se encontrem todos bem.
    Já tinha ouvido falar deste tido de construção, obrigado pelo testemunho e dicas, ajudaram bastante.
    Agradecia que me enviasse o contacto do empreiteiro sff.

    Um abraço enorme para vocês

  3. Ana says

    Que casa linda!!! Boas decisões de construção. Simples e elegante, um must!! Posso pedir-lhe o contacto do empreiteiro? Obrigada.

  4. Paulo Correia says

    Bom dia Catarina

    Sendo directo, pois gosto de pessoas directas, não conhecia o seu blog ou o seu “espaço” aqui na Net, mas após uma pesquisa no Sr. Google por testemunhos de alguém que tivesse adoptado e experimentado a construção em LSF, eis que a encontrei…em boa hora, pois estou em vias de aquisição de um terreno, também na margem sul, zona da Moita, com 600 m2 e estou a estudar as várias possibilidades de construção possíveis, mantendo mente aberta e tem me despertado este método de construção LSF, inclinando-me para ele…a ver se não caio…e agradeço o facto de estar a relatar a sua experiência…
    Directo ao assunto, pois… consegue me fornecer a construtora/companhia/empresa que contratou para a construção da sua casa?
    Se a dita empresa LSF que contratou fez a obra do princípio ao fim? ou monta só as estruturas LSF, sendo depois outras empresas que terminam a obra, pavimentos, pladurs, capotos, etc?
    Tenho muitas mais perguntas/curiosidades às quais gostava, se possível me ajudasse a responder ou pelo menos o seu testemunho sobre as mesmas…mas tudo a seu tempo.

    Desde já obrigado pelo tempo despendido.

  5. Andreia says

    Olá Catarina
    Parabéns pelo blog!!!!
    Adoro a distribuição do espaço. Também gostaria de construir na charneca mas num lote provavelmente mais pequeno que esse , 315m2
    Seria possível partilhares a planta e já agora o contacto da empresa Lsf?
    Obrigada

  6. Inês says

    Olá Catarina, antes de mais obrigada por todas estas informações.
    Eu também vou mudar para a margem sul, mais precisamente penteado, perto do pinhal Novo.
    Sou de Cascais e espero não ser um grande choque 😀
    Este ano faço 40 anos e decidi que é um turning point na minha vida. Decidi concretizar os meus sonhos agora e não um dia destes quando os astros alinhassem todos…
    Como tal aventurei-me na compra de um terreno num leilão das finanças de 5000m2 com casa de 100m2 para reabilitar e que pretendo aumentar ligeiramente. Era um sonho antigo, mas ainda assim estou um pouco assustada e ainda incrédula de que realmente aconteceu.
    Estou um pouco perdida e na busca dos melhores materiais e com a ideia de que seja uma casa o mais auto-sustentável possível.
    Sou sozinha com os 2 pequeninos, a Maria do Mar de 2 anos e o Vicente que fez 4 este mês.
    O orçamento é curtinho e por isso talvez tenha que fazer as coisas por fases.
    Se me pudesses dar o contacto do empreiteiro para pedir um orçamento, agradecia.
    Um beijinho e tudo de bom

Comentar

O teu endereço de email não será publicado.