Relações

ainda temos hipótese?

ainda temos hipótese

vamos ler isti e pensar: ainda temos hipótese? isso, assim enquanto namorados felizes. calma que já percebem tudo.

há uns dias fomos almoçar só os dois. os rapazes estavam com os pais e a nossa menina ficou com a minha mãe. são apenas duas horas mas o primeiro pensamento é “vamos aproveitar!”, assim tipo adolescentes no primeiro dia de férias (acabo de ter uma memória muito forte dos primeiros dias de férias quando a escola era o meu principal – e único – motivo de preocupações). estávamos a acabar de almoçar e demos por nós a mostrar fotografias da miúda um ao outro. brinquei: “caramba, isto já deu o que tinha a dar”. porque seria isso, em teoria, que diria a uma casal que aproveitasse a ausência da bebé para falar nela. e depois, de forma mais séria, pensei que a nossa vida mudou muito pouco desde que a Maria Luiza nasceu.

não nego que tenho falta de momentos em que possa não pensar. mas, a bem da verdade, não tenho disso desde que trabalho em casa. tenho saudades de passar uma manhã na cama com o Pedro, era raro mas era muito bom. agora só conseguimos 15 minutos mas sabe-nos por muitas horas. gostava de dormir mais mas nunca dormi muito bem, com ou sem filhos. queria treinar em horas certas mas os meus dias já eram caóticos. eu e o Pedro continuamos a fazer o que gostamos (pronto, menos sair à noite). e estamos apaixonados, um pelo outro, e por esta sensação de família tão boa.

assim sendo acho que podemos ter saudades da miúda, uma hora depois de termos ficado sem ela. ainda temos hipótese? acho que sim (devo por um bonequinho sorridente ou uma advertência que esta frase é irónica?)

 

já nos seguem no instagram? se calhar também há Maria Luiza a mais 🙂

Comentários (4)

  • Com toda a certeza um mega smile!

    Responder
  • […] post ainda temos hipótese? appeared first on dias de uma […]

    Responder
  • A vossa relação é normal. Num piscar de olhos estarás na tua antiga rotina! Aproveitem agora todos momentos dela enquanto bebé 🙂

    http://ourpicturingdays.blogspot.com

    Responder
  • Como eu entendo. O santiago tem 8 meses, e a primeira vez que ele dormiu fora de casa foi no passado domingo. Dissemos, bem vamos aproveitar para estar na cama a ver filmes e abraçados… Quando demos por nós estávamos a falar da falta que a pulguinha faz no meio de nós a dar ás perninhas e aos braços, estávamos a sentir uma falta… Lool…. Tudo muda de facto, mas para muito melhor……

    Responder

Escrever um comentário