O Meu Diário

Haters que me amam

haters

Já sei que devíamos dar pouco tempo de antena a estes temas. Mas há dias e dias e em alguns destes não conseguimos gerir da mesma forma. Isto é o meu diário por isso, enquanto estamos a dar os últimos ajustes à versão amarela, aqui fica o meu desabafo.

Há um blog de dizer mal. Não ponho o link porque tento não dar visitas mas, de vez em quando, recebo mensagens a dizer que desta vez a visada sou eu e não resisto. O formato do blog é com quem o escreve. Isto da internet é liberdade para o bem e para o mal (para dizer bem, para dizer mal, para fazer o bem e para coisas com que não concordamos). Não tenho nada contra o formato do blog, mesmo quando fala mal de mim. É uma consequência normal da exposição. E se for bem feita tem graça. Penso que a capacidade de escrita do autor do blog poderia ser usada de forma mais interessante mas isso é com o anónimo em questão.

O melhor do tal blog são os comentários. Foi na caixa de comentários que encontrei o maravilhoso mundo dos haters que me amam. Ora vejamos, estes anónimos comentadores sabem tudo sobre a minha vida. Por exemplo:

  • Cá em casa não tomamos banho.

As minhas amigas vão rir-se dito. Até eu.

Eu gostava de convidar estas pessoas a aprenderem o significado de palavras como humor e ironia. É certo que eu já afirmei que não tomávamos banho todos os dias (por acaso a Maria Luiza toma). Mas acharão mesmo que sabem quantas vezes por dia ou por semana tomamos banho?

 

  • Cá em casa os miúdos comem pessimamente.

Não, não vou partilhar os pratos das refeições dos miúdos. Mas estas criaturas anónimas sabem o que comemos??? Todos os dias? Será esta preocupação uma oferta para cozinharem coisas boas para nós? Eu aceito!

 

  • Cá em casa estamos sempre na cama!

Pois bem, eu vou explicar. Porque isto dos haters que nos amam é uma fonte de criatividade e eu sinto-me com vontade de escrever sobre isto. Eu tiro fotos, faço stories e directos (esses que vocês acompanham sem excepção) nos momentos de pausa: ou quando acordamos e ainda estamos na cama ou quando estamos a preparar a hora de deitar. Ao contrário de vocês que têm tempo para comentar os blogs cheios de raiva e mal dizer em qualquer hora do dia, eu tenho mais o que fazer. Felizmente.

De qualquer forma eu e o Pedro lamentamos que este facto não seja verdade. Adorávamos estar sempre na cama.

 

  • A Maria Luiza está sempre com o telemóvel na mão.

Vejamos o vosso conceito de “sempre”. A não ser que vivam comigo (eu sei que adorariam mas não vai dar) o vosso sempre é novamente nas stories e directos que acompanham de forma tão carinhosa e atenta. Portanto “sempre” são os 5% do meu dia que vocês conseguem ver. Oh vidas tristes as vossas. Vocês acham mesmo que me conhecem… Já passou.

Sim, a Maria Luiza vê o Panda e os Caricas, a Xana, a Sara e mais uns desenhos animados. Eu peço desculpa por não ser uma mãe perfeita como vocês e por recorrer a um ecrã nas alturas em que eu também estou agarrada ao meu. E também recorro ao telemóvel quando ela faz birras. Se calhar o melhor seria falar com os serviços de protecção de menores. Prometo filmar mais a menina a brincar só para vocês verem.

E só um dica. Muitas vezes ela está a ouvir o Spotify. Excelente alternativa. Mas estou cá para ouvir como resolvem o dia a dia.

 

  • Eu acho que o Afonso é youtuber .

Certo. E vocês acham que as vossa filhas são mesmo princesas e os vossos filhos bombeiros. Não é? E quando brincam a outras coisas acham mesmo isso, não é? Ah! Vocês põe sempre umas melancias e uns smiles em cima da cara das vossas crianças porque protege a identidade. Boa! Eu vou melhorar nisso também. E impedir o miúdo de fazer o que gosta. No entendo, se continuarem a ir lá ver os vídeos, o Afonso agradece. Os números são importantes!

E onde está o pai do Afonso que não me impede de fazer isto? Na casa dele e na vida dele. E o Afonso adora-o e ele adora o Afonso. Preocupem-se com os vosso filhos e os vossos núcleos familiares porque desta teia de pais e filhos cuido eu e muito bem. Felizmente.

 

  • a Maria Luiza é “birrenta e dona do pedaço”.

Que lhe calhem filhos tão birrentos como a Maria Luiza, é o que desejo. E para já a dona do pedaço sou eu. Mas sei lá o futuro.

 

  • Os meus filhos que não são assim tão bonitos.

Parou tudo!!!! Isso é que não. Os meus filhos são os mas lindos do mundo. Desculpem lá. Em relação à genética não percam mais do vosso tempo (que é de certeza mais do que as coisas que vocês têm para o ocupar) a discutir isso. São três pais. É muita confuso. E nem sei como não aproveitaram para falar mal disso.

 

 

Pensem comigo: vocês têm tempo livre suficiente para escrever sobre a beleza das crianças dos outros? Vocês têm tempo para assistir de forma compulsiva a tudo aquilo que eu faço? Não existirão outras coisas que acrescentem mais valor às vossa vidas?

E agora tomem nota. As coisas só me atingem se forem verdade. Recordo sempre a história do comentador anónimo que disse, nesse mesmo blog, que não aguentava que eu continuasse a dar erros sempre que escrevia brócolos. Fiquei arrasada. Eu sou erros e imensas gralhas e detesto. Corrigi. E aprendi.

Agora acharem que sabem da minha vida? Assim, toda? Tenham cuidado porque quando derem por vocês estão a falar com as personagens das telenovelas e  dar conselhos. Para terminar, agradeço aos queridos ou queridas haters por serem uma fonte de inspiração nos dias em que me falta assunto. E obrigada por me seguirem assim, de forma tão… (como dizer?) dedicada.

 

 

E obrigada à Lia pela foto. Venham de lá os 40 anos.

 

 

Comentários (35)

  • Well done Catarina 👏🏻
    Haters🖕 A vossa vidinha só pode ser uma 💩 com tanto veneno para destilarem se morderem a língua 🐍 já foram 😂

    Responder
  • Há gente muito desocupada de facto. Haja paciência… 😄

    Responder
  • Hahahaha, muito bom.
    Continue, a Catarina é muito mais que isso.
    Beijinhos.😊✋

    Responder
  • Minha querida Catarina, há muito pessoal com os “esqueletos” por arrumar nos armários, enfim! Parabéns pela linda família que tão bem soube construir, que só transmite AMOR o que infelizmente falta a tanto pessoal (que devia trabalhar e muito essa vertente da sua própria vida e deixar a vida dos outros). Catarina, como muito ouvi a minha avó dizer: “Os cães ladram e a caravana passa…” O que neste caso com duas lindas princesas e príncipes. Catarina, “quase” nos 40 e parece uma miúda de 20, continue a ser a linda MULHER que é e muito “SOL” para todos. 🙂

    P.S. Sou a Isabel grande admiradora da Catarina e familia.

    Responder
  • Catarina, tu és linda, tens uma família linda e adoro a forma como partilhas a normalidade dos teus dias e a diferença da dita “família normal”. Eu sou mãe solteira de duas meninas, já arrisquei no amor algumas vezes mas ainda sem sorte. Mas irrita-me que ainda me olhem como um alien por não ter a casa dita normal com pai, mãe e filhas e carros e cães e tudo e tudo e tudo … Sabe bem vir aqui e a tua vida teve e tem diversas fases, todas importantes e com coisas boas em toda a elas encaradas com orgulho. És portanto uma inspiração. Obrigada 🙏

    Responder
  • Olá Catarina, parabéns pelo seu blog. Eu comecei a segui -la desde que a minha pequena Matilde nasceu ( 1 semana depois da sua Maria Luiza 😊) e admiro imenso a forma de estar da Catarina sem medos nem vergonhas de mostrar o verdadeiro dia a dia , o bom e o menos bom da vida com crianças. Não aceite que lhe critiquem como mae, nós mães sabemos o que é melhor para os Nossos filhos ( mesmo que outros não concordem ) parabéns pela linda família e pelo blog 😉😊 beijinho catarina

    Responder
  • […] Há um blog de dizer mal. Não ponho o link porque tento não dar visitas mas, de vez em quando, recebo mensagens a dizer que desta vez a visada sou eu e não resisto. O formato do blog é com quem o escreve. Isto da internet é liberdade para o bem e … Ver artigo completo no Blog […]

    Responder
  • Efeitos colaterais das depressões invernais.
    Quando os passarinhos voltarem e as passarinhas chilrearem, o sol aquece os corações e a coisa passa.
    Ou pelo menos melhora.
    :)))

    Responder
  • Desconheço tal blog, mas deve ter muitos seguidores. Faz parte da raça humana lamber-se de desejo e prazer com o lado negro das coisas. Cabe a cada um de nós trazer mais luz ao mundo, inclusive blogosfera, e ofuscar essa escuridão. Gosto do amarelo… tem qualquer coisa de luz 😉 Agora, quanto aos vários erros que li neste post até acho que têm charme… mostra que a Catarina escreve sem filtros, com autenticidade… sem anonimato até nos pequenos detalhes 😃 Os anónimos que nunca erram são filtros… dos negros. rsrsrsrsrs

    Responder
  • Em relação aos banhos desculpe que lhe diga, mas menos que um por dia é pouco. Como é que consegue deitar os seus filhos mais velhos na cama depois de um dia de escola, sem tomarem banho?

    Responder
    • As minhas filhas também não tomam banho todos os dias (diariamente só no verão em que brincam mais na rua e se sujam bastante mais).
      Tomam banho dia sim dia não, fazendo diariamente a higiene sem banho completo.
      Recomendação de dermatologista que segue a mais nova por ter eczema atópico.
      Cada pai e mãe fará o que achar melhor para os seus filhos, claro, mas não tomar banho todos os dias não é, de todo, falta de higiene. Muitas vezes, é o melhor para a pele e para a saúde deles.

      http://www.vinilepurpurina.com

      Responder
  • Catarina, nem sei o que dizer depois de ler este post. Nunca comento por aqui porque acompanho mais facilmente o instagram, sim porque também eu tenho em casa uma “birrenta e dona do pedaço” que nem sempre me permite estar a ler com a atenção que os seus posts merecem. Sim, digo merecem, porque se não merecessem não perdia tempo a ler ou a ver. Certo?!? Enfim, sem querer dar tempo de antena aos ” haters que amam” 😊 continue por favor. Continue a sua/vossa partilha que nos inspiram e nos fazem perceber que fora das nossa quatro paredes à tantas outras famílias iguais e que não fazem questão de pintar tudo de cor de rosa simplesmente porque a vida pode ser assim, tão feliz com tantas imperfeições! E sim os seus filhos são lindos! E quanto ao Afonso, quem o segue sabe que só o espera muito sucesso porque o “miúdo” é mesmo muito bom no que faz! E giro que se farta ainda por cima 😊
    Por fim…há por ai muita gente sem saber o que fazer no dia dia só pode…força Catarina e continue assim ❤

    Responder
  • Bem eu só dou banho ao meu da mesma idade que a Luiza, 3/4 vezes por semana, tem equizema e o banho só lhe faz pior 😬 E cada um faz o que considera melhor e o que mais há aqui é competição em como ser melhor mãe ou melhor pessoa ou melhor blablabla.. Ridículo.

    Responder
  • Ha gente sem vida própria, cujo objectivo diário é ocupar se da vida dos outros.
    As redes sociais vieram destapar e trazer a luz do dia um tipo de pessoas que não sei como conseguiram viver até aqui sem destilar o seu venenozinho diário sobre, principalmente as vidas que desejavam ter.
    O importante é que a Catarina e os seus sejam felizes!

    Responder
  • Catarina esse blog é só o maior cocó da história dos blogs, com uma autora que näo tem mais nada para fazer do que andar a cuscar os blogs dos outros, em ver de criar temas próprios que façam o seu blog relevante. E ainda se arma em coquette de bem, como se as verdadeiras pessoas com requinte (por dentro e por fora) perdessem o seu tempo a vasculhar as histórias alheias. A dona desse blog é como a porteira do meu prédio, que de täo pouca vida própria só encontra sentido comentando a dos outros.

    Responder
  • É realmente uma consequência da exposição. Mas vendo bem se conhecem assim tantos pormenores é porque seguem com frequência as publicações.
    Adoro ver-vos e perceber a naturalidade com que lidam com os desafios que vos vão propondo!
    Tenho uma pequenina com 13 meses e tenho de admitir que tenho adorado acompanhar o crescimento da Maria Luiza! Sim.. Porque tenho de admitir que só comecei a ser seguidora desde que ela nasceu! (também gostava de ter tido um parto sem qualquer sedação)
    Surgiu a curiosidade e até agora mantenho-me “convosco”!
    Obrigada pelas partilhas *

    Responder
  • És “gira”, fazes-me rir 🙂

    Responder
  • Catarina, adorei cada palavra que escreveu. Mas ao mesmo tempo deixa-me triste. Criticarem a Catarina? Tudo bem, passa-lhe perfeitamente o lado e ainda dá para rir da situação. Mas dizerem que os filhos são menos bonitos?! Isso não se diz a ninguém, e muito menos de crianças. É muito triste e assustador. As pessoas são capazes de dizer e fazer tudo. Já não há respeito. Pensam que a liberdade não tem fim, não tem limites. Mas tem!
    Vocês são uma familia maravilhosa, todos. Continuem assim! a Catarina é para mim e para muuuuitas mães/mulheres uma inspiração… continue, por favor… na cama, no chão, com banho ou sem banho tomado, a comer brócolos ou batata frita… aqui em faço fazer igual… quando não é um prato de nestum ao jantar… A esse haters, TENHAM VERGONHA!!! Delinquentes. Criticarem crianças pela sua beleza? transcende-me…
    Beijo grande a todos.

    Responder
  • Catarina,

    Só por curiosidade,fui ver o TAL blog.
    Transcendente de mau.
    Ausência de tracto,boas maneiras,respeito pelos outros.
    É costume dizer-se que é preciso bater no fundo para melhorar ( …. ou algo do género ).
    Para esta ” senhora “….já não há esperança.
    Seja feliz Catarina.
    Com banho.
    Sem banho.
    Com bacio na sala.
    Com tablet.
    Como QUISER.
    O BLOG É SEU.

    Responder
  • Olá Catarina, não se preocupe com os haters! Se existem haters, existem a triplicar lovers! Adoro o que faz e o que escreve (já por si díficil). Adorava ver esses haters a descrever episódios do seu dia-a-dia😉:provavelmente escreveriam mal e seria aborrecido, o que não é o seu caso de todo! Um abraço e boa continuação😘

    Responder
    • Exactamente! O blog, os filhos, a casa, a vida, são todos da Catarina! Cada um sabe de si 😉 mas aposto que esses “destiladores” de más energias que andam por aí a dar palpites devem olhar pouco para o que é deles próprios e mais para o que é dos outros. Porque será? Gentinha desinteressante, só pode.

      Responder
  • Olá Catarina, muitos parabéns por estar à altura de comentários venenosos. Gostei muito de ver como responde a estas “pequenices” que as vezes as pessoas decidem dizer. Educar um filho é difícil, cada mãe/pai encontra o seu caminho e em dias mais complicados, ajuda-me ler o que escreve e perceber que não estou sozinha. Que é difícil para todos e que as vezes há soluções nas quais não pensei. Obrigada ❤️

    Responder
  • Não ligue Catarina. A maldicência serve para não pensar na própria vida. São piores do que as coscuvilheiras, à janela a ver quem passa e a trocar “informação” com a janela do lado.
    É normal que acompanhe o seu filho neste sonho, a Catarina ganha a vida como blogger, é normal que influencie os seus filhos.
    Da mesma forma que se fosse advogada ou chef e se o petiz demonstrasse interesse nessas profissões, o aconselharia e acompanharia. Os pais só querem que os seus filhos sejam felizes e realizados no que fazem.
    Quanto à exposição, não vejo tanta gente a falar dos miúdos que são actores e modelos. Mas há mercado e é uma forma de ganhar a vida. Ah, mas são crianças… Também as que fazem muita da roupa e calçado que nós e os nossos filhos usam…
    Mas isso já não as incomoda… hipocrisia a quanto obrigas.
    Em vez de se preocuparem com a felicidades delas, incomodam-se com a sua.

    Responder
  • * maledicência
    * nós e os nossos filhos usamos
    (peço desculpa pelos erros no comentário que fiz anteriormente)

    Responder
  • Catarina não querendo ser cusca gostava de saber de que blog fala, mas se não quiser dizer está no seu direito, sigo-a no insta,”maedocoracaosoueu” e comento coisas da pequenita, mas não tenho o direito, nenhum direito de criticar seja o que for, quem tem telhados de vidro que atire a primeira pedra.
    “This is a dirty job, but somobody has to do do it”

    Responder
  • E pelos comentários que vi, saber que é uma mulher:( bem realmente as mulheres conseguem ser piores que os homens, Oh! Pá unam-se, a sério!!!!!

    Responder
  • Olá Catarina. Tenho 21 anos mas sonho ser uma mamã como tu, maravilhosa e dedicada. Ri um pouco com este post porque recordei-me que durante anos, na minha infância, o sábado era o dia de tomar banho e nunca nenhum de nós (eu ou o meu irmão) teve qualquer tipo de problema. Talvez soe como exagero mas foi a verdade. Agora tomamos banho todos os dias, somos todos saudáveis e felizes e sinceramente? Se eu fosse a minha mãe faria tudo igual. Beijinhos, felicidades 😘

    Responder
  • […] E, quem sabe, não seja a solução para os haters curarem as suas dores. […]

    Responder
  • Caramba, de todos os comentários maldosos que se podem fazer, dizer que uma criança não é assim tão bonita, é muito triste! Da parte de uma “lover”, Catarina eu acho-a uma inspiração. Adoro ler muito do que escreve, existem outras tantas coisas com as quais não me identifico, mas admiro muito a sua humildade, a honestidade, o reconhecer as falhas, o procurar fazer e ser melhor. Parece-me ser uma pessoa muito bonita, tanto no exterior, como no interior. Não queremos todos ser iguais, viver da mesma forma, com as mesmas opções e escolhas. Queremos sim pessoas que sejam fiéis a si, que procurem viver dentro da sua verdade, que procurem ser felizes e estar bem, sempre com respeito por si e pelos outros. E a Catarina, parece-me ser assim 😉

    Responder
  • Muito bom post <3 Adoro a foto!

    Responder
  • […] assistindo às reações no facebook e concluí que não veria. Assim como na questão dos haters, acho que quando já percebemos que é mau não devemos dar audiência. Como alguém escrevia ontem […]

    Responder
  • Adorei a foto e o olhar da foto!
    Quanto ao resto, como sempre, genial!
    E o blog que está mais amarelinho! Gostei muito! ♥
    Beijinho!
    5 em Crescendo

    Responder
  • Desculpa lá, mas os filhos mais lindos do mundo são os meus! 🙂

    Responder
  • Love it!!!!!!!
    🙂

    Responder

Escrever um comentário