Tendências

mudanças. [a vida resolve-se sozinha mas a casa não III]

mudança. [a vida resolve-se sozinha mas a casa não III]

as mudanças foram uma verdadeira maratona. nunca fiz nenhuma a correr mas senti exactamente todas as etapas que descrevem, da euforia à vontade de desistir. tinha as melhores referências do contacto que me ajudou neste dolorosa [mas bem sucedida] quase-aventura e ainda bem que escolhi as pessoas certas [Moraes e Carvalho – 961866068, relembro que todas as indicações que tenho dado nestes posts sobre a casa nova são dos serviços que gostei mesmo e não de qualquer parceria comercial].

foi brutalmente cansativo porque sou incapaz de deixar um caixote por arrumar e, principalmente, pela quantidade de coisas que descobri ter sido capaz de guardar num T1+1.

o maior desafio foi tirar o piano de minha casa mas, também nisso, foram impecáveis porque conseguiram pô-lo no novo lugar e porque perceberam a importância que o objecto tem para mim.

DCS_9573

no final ficam dois desejos – conseguir ser mesmo minimalista e não mudar de casa nos próximos 347 anos, e as dicas para uma mudança serena, eficaz e o mais barata possível:

  • peça três orçamentos e compare. quando pedir o valor explique exactamente aquilo que precisa e estabeleça um valor global para não ter surpresas. pergunta o que o valor inclui: caixas e material para proteger os objectos mais sensíveis, caixas especiais para transportar a roupa nos cabides, transportes de electrodomésticos;
  • marque com antecedência para ter a certeza que podem nos dias que estabeleceu;
  • tente não trabalhar nesses dias [e melhor ainda, nos dias seguintes];
  • arrume tudo o que quer levar para a nova casa. aproveite para deixar de lado o que quer dar [muitas vezes as próprias pessoas que estão a fazer as mudanças precisam de alguns objectos] ou vender. não transporte para a casa nova aquilo que não quer na casa nova;
  • organize as caixas pensando já nas divisões onde os objectos serão arrumados;
  • se contratou alguém para fazer a mudança não ande a fazer viagens e a gastar combustível com o seu carro. mais vale gastar o tempo a ter tudo pronto e aproveitar ao máximo o espaço do camião;
  • mantenha a calma, um sorriso e pense nas calorias que está a gastar!

 

aqui fica o facebook Dias de uma Princesa, para quem ainda não anda por lá.

Comentários (6)

  • Desejo um bom recomeço 🙂

    Responder
  • As mudanças estão no meu Top 5 das maiores causas de stress 🙂

    Responder
  • Engraçado os olhos do Olhinhos!!!
    Mark Margo
    http://www.markmargo.net (site cor de rosa de celebridades e cinema)

    Responder
  • Também sou incapaz de deixar uma caixa por arrumar. Custou mas as mudanças são boas e fazem bem. Adorei o post! 🙂

    Responder
  • Aiii sonho com mudar de casa desde que entrei nesta á 17 anos qd casei, vim aqui parar pq não havia opção de casa, é certo que não se paga renda, mas ter como vizinha a sogra ninguem merece :)…..depois uma casa pequena com 4 pessoas, e eu que gosto de guardar, mais complicado se torna. ….para não falar na casa com 40 anos sem qualquer obras e um marido que não liga nenhuma á casa…..aiiii vou me ficando por aqui a deliciar me nas tuas partilhas, estou a adorar esta fase da tua vida 🙂

    Responder
  • Olá olá 🙂
    Tocaste num ponto que me deixa receosa..o piano. Tenho um piano que tem um valor incalculável para mim (imagino que percebas eheh) e quando penso que a possibilidade de uma vida a dois se aproxima, penso como poderei eu transportar o piano de uma cidade a outra sem que se danifique. Como conseguiste? Beijinhos e obrigada pelas excelentes partilhas!

    Responder

Escrever um comentário