Afinal o que é o Tinder [versão feminina e masculina]

4

O que é o Tinder?

Para quem não sabe o que é, ou quer fingir que não sabe, eu explico. O Tinder é uma aplicação de encontros. Os encontros não terão que ser necessariamente de carácter amoroso ou sexual — em alguns países é possível encontrar pessoas no Tinder que querem simplesmente que lhes mostrem a paisagem, literalmente falando.

Em Portugal, até me provarem o contrário, o Tinder serve para encontros, exactamente como esperamos que sejam: com segundas e terceiras intenções, todas colocadas como primeiras.

A aplicação está muitíssimo bem pensada: é simples e intuitiva. Em jeito de mostruário passam várias fotos de homens (ou mulheres) escolhidos de acordo com a idade e distância (ou seja, as pessoas que ali estão têm um smartphone ou um tablet). Ou gostamos ou rejeitamos, como tudo na vida, cruz ou coração. Se rejeitarmos aquela pessoa, nunca mais aparece, o que é uma tremenda vantagem face ao mundo real. Do outro lado estarão pessoas a fazer exactamente o mesmo num mostruário onde a nossa carinha aparece. Se a pessoa a quem fizeste like (sem estrangeirismo, carregaste no coração) fizer o mesmo com a tua foto, o Tinder comemora com: It´s a Match! Sem estrangeirismos: a probabilidade de te safares acabou de aumentar! A partir desses momento podes falar com a pessoa no chat da aplicação ou onde bem queiram. A grande vantagem está no facto de não seres incomodado por alguém que não queiras. Se depois
de duas ou três palavras achares que foi um erro de casting, podes bloquear a conversa. Por esta razão aconselho a falar alguma coisa antes de dar outros contactos que não sejam tão facilmente bloqueáveis.

 

Terminada a breve descrição fica as minhas observações enquanto utilizadora (ainda que momentânea) deste mundo mais ou menos virtual:

  • Eu entendo que possa ser um acto de honestidade extrema, mas pôr fotos de perfil com a namorada/mulher não funciona; apesar de menos grave, ainda que de igual transparência, fotos agarrados a várias mulheres também não é estimulante.
  • Se optarem por uma foto em grupo, lembrem-se que não é possível adivinhar quem é quem. Então se todas as fotos forem em grupo, é mesmo impossível.
  • Sendo eu mãe de uma criança com alergia severa aos gatos, acho um amor terem o cuidado de avisar que têm um, ou muitos, mas mesmo que não o fosse, ultrapassam-me as relações excessivas com os amimais domésticos para foto de perfil.
  • Também existem fotos com araras, golfinhos, porcos e cavalos, e outros animais exóticos ou não tanto. São divertidas mas igualmente ridículas.
  • Sabemos que correr está na moda, eu sou uma defensora acérrima e praticante da modalidade, mas gostava de esclarecer que um dorsal não é um elemento excitante. Encher um perfil de fotos com dorsal não funciona, na minha modesta opinião.
  • Fazer desportos radicais é fixe, mas se estiverem sempre com um capacete não dá para vos ver a fronha.
  • Evitem fotos bêbedos ou a fumar porque podem guardar todas essas visões de sonho para um outro momento. O mesmo acontece para fotos mascarados.
  • Evitem também fotos quase nus. Se tiverem bons abdominais, é mau. Se tiverem uma barriga amorosa, é péssimo.
  • Motas e carros como foto de perfil também não tem grande impacto.
  • Fotos com celebridades é ridículo e se forem com o Barbas dão direito a três vezes na cruz.
  • Agora o ponto sério: sabemos que ter filhos é um elemento importante para a relação, mas crianças e Tinder não conjuga. E as vossas ex-mulheres, ex.namoradas ou mesmo actuais, mães dos vossos filhos, não gostariam.

Crónica publicada na Farmácia de Serviço

com o seguinte desafio “se algum homem quiser fazer o mesmo exercício

para o lado do Tinder que nunca vi, seria interessante”.

E o Ricardo aceitou.

A utilização do Tinder pela visão masculina resume-se a frustração e surpresa… A maioria das mulheres que fazem match com um homem nem metem conversa, ficam do outro lado do écran e das suas fotos de perfil, cândidas, caladas e mudas. Quando tomamos a iniciativa de falar com elas, limitam-se a responder ao questionário que lhes enviamos, não têm a mínima preocupação em conhecer quem está do outro lado.

Somos uma ameaça desde o primeiro “Oi” e até as compreendo. 80% dos homens querem saltar-lhes para a espinha, querem fazer atalhos sem grandes delongas. Os outros 20% (e estou a ser generoso), procura mesmo interagir, quebrar os tempos mortos e talvez encontrar encontrar a sua parceira para a vida.

Recorrentemente, durante o meu período de permanência no Tinder encontrei mulheres carentes, magoadas, desconfiadas de sobremaneira com os homens e duas malucas (só queriam mesmo sexo, o que para um homem é trigo limpo.. é para o que é, no strings attached). Depois há a atitude de cada um nas conversas que encetam.. Eu vejo as mulheres a falarem comigo com um olho na meta (arranjar um
macho alfa para a vida, protector, respeitador e um equilíbrio entre a sensibilidade e a masculinidade que é socialmente aceitável) e sei que os homens ao fim de três linhas já estão a perguntar se elas não querem ir até a um sítio para… Guess what, eu optei pela diferença!

Imaginem o que é fazer Match com uma mulher que pelas fotos de perfil nos agrada, mas depois fica muda…. responde dias depois ou sempre com uma pedra na mão. Confesso no entanto que o Tinder me agradou, foi uma evolução face à aplicação concorrencial do Badoo que tinha experimentado em tempos. Posso afirmar que o Badoo só tem mulheres desinteressantes e a nata da nata das mulheres encontram-se no Tinder. Muito tem a ver com o facto da aplicação Badoo não estar circunscrita a smartphones e o Tinder ser só iphone/android user, o que sociológicamente explica o nível de QI de uns e de outros, a meu ver.

Relativamente às fotos de perfis apanhei de tudo.. as mais descascadas que depois na conversa eram tão púdicas como uma virgem a entrar para o convento, as mais recatadas com fotos de filhos e de namorados/maridos, as que estão sempre em festa com um copo na mão, as artistas que metem mais filtros nas fotos que uma produção da Vogue e não conseguimos discernir as formas do rosto.

Uma coisa é certa, as mulheres mentem que se farta com as fotos de perfil e foi sempre uma roleta russa quando avancei para o convite de café. Sim porque existe um protocolo a seguir:

  • Fazes Match;
  • Falas um bocado no chat do tinder, depois com a desculpa que aquilo é lento e funciona mal, pedes o numero para o whatsapp ou adicionas no facebok;
  • Fazes uma triagem logo das fotos pelo facebook, só para validar se aquela pessoa é quem diz ser;
  • Convidas para um café, se o interesse ainda se mantiver em alta;
  • Se a conversa é bom, os convites sucedem-se e depois a história é sempre a mesma.

 

Por fim, ninguém assume que anda no tinder (salvo raras excepções). Elas não assumem que andam ali para ser engatadas por um gajo giro, bem falante. Eles não assumem que a solidão de uma cidade se instala e têm de recorrer a esta estratégia para conhecer alguém novo. Porque conhecer na noite e nos jantares de amigos, quase nunca dá certo.. há um estigma instalado em que travar estes conhecimentos é sempre com o objectivo de levar para a cama! Parece que se esquecem que todos gostamos de sexo…

4 Comentários
  1. Isabel Seabra says

    O que é feito dos bons e velhos encontros no supermercado, de manhã, entre as prateleiras dos cereais e as dos enlatados com um visual au nature? hum? 😉

  2. Ana A. says

    Finalmente uma perspectiva masculina sobre o assunto!

  3. AnaLu says

    e porque é que as mulheres que só querem sexo são apelidadas de malucas?
    têm exatamente o mesmo direito dos homens em quererem apenas sexo.

  4. […] estávamos quando nos entrámos? porque é que eu nunca encontraria o meu homem no Tinder? e até, o que é o Tinder? têm que ver o […]

Comentar

O teu endereço de email não será publicado.