Sonhos

o estado do mundo

será inevitável falar sobre a vitória de Trump, o agora 45º presidente dos Estados Unidos. na minha opinião – e vale o que vale – o homem é louco (um mau louco porque há loucuras boas). este homem é um mau louco, machista, racista e homofóbico.

de acordo com os meus valores um único voto neste homem choca-me. de acordo com os valores de milhões de americanos não me espanta. é um país gigante, não é Nova Iorque e apenas aquilo que vemos nos filmes (se calhar não devia ser tanto TLC). quando alimentamos os medos das pessoas elas desesperam por uma solução, muitos americanos acreditaram que este louca era a solução para os seus medos. eu tenho é medo de loucos assim.

como vos digo: assusta-me mas não me espanta. e acredito, como nesta crónica de Miguel Esteves Cardoso, que na prática este homem não será tão radical como gritou ao mundo para chegar a Presidente. pensemos que este homem não tem qualquer interesse num colapso dos mercados (antes pelo contrário).

aquilo que podemos fazer (mais do que nos lamentarmos com esta vitória)? podemos lutar contra os preconceitos, podemos ensinar os valores certos aos nossos filhos, podemos recordar a história e, no nosso país, nas nossas eleições, votarmos e exercermos a nossa escolha.

 

 

Comentários (4)

  • […] post o estado do mundo appeared first on dias de uma […]

    Responder
  • Olá Catarina. Escrevo-lhe este comentário num post aleatório, tendo em conta que leio quase todos. Estou neste momento a ler o seu livro e passo para lhe dizer que me tem inspirado bastante. Em dois dias de leitura, já se encontra perto do fim. Mas o que realmente me chama a atenção e me tem conduzido nestes último tempos é a sua frase “a vida resolve-se sozinha”. Depois de uma licenciatura e mestrado e sem perspectivas de emprego, com planos, sonhos e projectos em stand by, esforço-me por acreditar na sua máxima e pensar, todos os dias que, por si só, a vida tem o dom de nos surpreender quando menos esperamos.

    Continue a partilhar connosco o seu talento. Eu continuarei deste lado sempre a aplaudi-la de pé.

    Responder
  • Sou completamente de acordo.. Há muito que tento não perder noites de sono, nem andar em estados assustadoramente ansiosos. Mais para a direita ou mais para a esquerda, A VIDA RESOLVE SE SOZINHA….

    Responder
  • Pessoalmente tenho os meus receios e sim é triste que um homem que disse e prometeu as coisas que ele disse e prometeu tenha sido eleito. Mas também é verdade que a America não é Nova York. Quem veja o filme “Despojos de Inverno” perceberá o que é muito a America, muito daquilo que não se vê, nem interessa ver nos filmes.
    Acho que ele disse o que as pessoas menos instruidas e de mentes tacanhas queriam ouvir. Agora, depois de eleito, vai fazer o que lhe apetecer e muito provavelmente enriquecer ainda mais.

    http://embuscadafelicidade.blogs.sapo.pt

    Responder

Escrever um comentário