O Meu Diário

Feriado (a remexer no passado em casa da minha mãe)

Passar o feriado em casa da minha mãe tem como consequência ir buscar as minhs caixas secretas e remexer no passado. Nesta fase da vida este é um exercício muito agradável uma vez que não existem casos mal resolvidos no meu passado.
Nestas minhas (re)descobertas deparei-me com o meu anel de noivado. É verdade. Já estive noiva.
No entanto, e sendo brutalmente honesta nunca me quis casar. Corrijo, nunca nos quisemos casar.

Sonhos

Pequenas partes do meu diário de pré-adolescente

São pequenas partes do meu diário de pré-adolescente. Tão bom.
O meu pai contou-me que no sábado houve um jogo entre o Benfica e o Guimarães, e os do Guimarães jogaram com todo o cuidado para não mogoarem ninguém, porque o Benfica na quarta vai jogar a final dos Campeões da Europa.
24 de Maio de 1988
O PSV ganhou ao Benfica.
25 de Maio de 1988
Deve ter sido nesta altura que pus completamente de parte a hipótese de ser benfiquista.

O Meu Diário

Os meus diários

Quando me faziam aquelas perguntas estúpidas, como: “O que salvavas em caso de incêndio?” sempre respondi: “Os meus diários.”
Os meus diários são uma verdadeira preciosidade. São parte da minha vida.
Escrevi o meu primeiro diário com 8/9 anos. Desisti de escrever diário a partir do momento em que passei a ter medo que o lessem. Devia ter 17/18 anos.
Tenho muita pena de ter deixado de escrever diários.

Sonhos

Adolescência

Todos conhecemos a teoria de que existe sempre uma criança dentro de nós. A história de sermos eternas crianças.
Concordo sem qualquer objecção. Mas não me identifico com a ideia.
Tive uma infância feliz. Muito feliz.
Tive muito mimo. Muito amor. Muitos amigos. Brinquei. Arranhei-me. Desembrulhei presentes. Comi panquecas.
Mas a criança que fui ficou na minha infância. Adormeceu contente no meio dos brilhantes anos 80.

Relações

Compromisso

Odeio a forma como as pessoas exigem e cobram com base na palavra “compromisso”.
De facto “comprometer-se” significa “obrigar-se”.
Eu não gosto de obrigações.
Gosto de fazer o que me dá prazer.
Gosto de viver.
As relações degradam-se porque vivem de compromissos e não de vontades.