Relações

Relações de longa duração e desejo sexual. 5 dicas importantes

Desejo sexual. 5 dicas importantes para as relações de longa duração

Mais um excelente texto da sexóloga Marta Cutim Xavier. As relações não são fáceis e dão trabalho. É preciso investir, reinventar, reapaixonar, sobretudo quando duram há muito tempo e quando há filhos pelo meio. Já escrevi sobre isso: os filhos são capazes de atropelar a paixão, mas cabe-nos a nós gerir e mudar isso. Apesar de mudar de forma, e de se adaptar às diferentes fases da vida, a sexualidade é sempre um pilar fundamental do casal. Hoje ficamos com dicas para para combater a inércia e estimular o desejo sexual!

 

As relações de longa duração podem ser um desafio à paixão, romantismo e desejo sexual. Há quem defenda que com o passar do tempo deixa de haver novidade e fator supressa e que, por isso, o encanto se perde. E há quem defenda precisamente o contrário, que a rotina e bom conhecimento do parceiro, interesses e timings são muito mais gratificantes.

No entanto, há uma queixa que parece ser transversal: nem sempre é fácil dar o primeiro passo para começar uma relação sexual. Os homens até podem desafiar as mulheres para tal, mas as preocupações delas são tantas que o sexo acaba por ficar para segundo ou terceiro plano, logo atrás dos filhos, trabalho, escolas, etc.

Hoje, pretendemos deixar algumas dicas que a ajudem a ir contra esta inércia.

1. Deixe-se ir.
Se o seu companheiro a aborda no sentido de terem relações sexuais, não pense duas vezes e deixe-se ir. Coloque o telemóvel de lado e os 30 minutos que ia passar no Instagram ou Facebook, use-os para namorar.

2. Vão para a cama à mesma hora.
Aproveitem para conversar, no conforto da cama, sobre como correu o vosso dia, expectativas e planos para os dias seguintes. Adormeçam ao mesmo tempo, em conchinha.

3. Beijem-se.
Há poucas coisas mais íntimas do que um beijo, e beijar fora do contexto sexual pode ajudá-los a aproximarem-se. A resposta hormonal que se obtém através de um beijo traz imensos benefícios. Por exemplo, a oxitocina é libertada e ajuda a reforçar o laço emocional, o que por sua vez, ajuda a relaxar e aumenta a excitação o sexual.

4. Aproveitem tempo a sós.
Saiam um fim-de-semana, vão jantar os dois ou com amigos. Façam programas tal como faziam quando namoravam e não existiam filhos. Divirtam-se!

5. Desafiem-se mutuamente.
Saiam da vossa zona de conforto e desafiem-se sexualmente. Enviem uma sms durante o dia a planear relações sexuais à noite. Apimentem a vossa relação.

Todas as relações requerem esforço e dedicação, não existem relações saudáveis sem discussões, trocas de ideias, posições e trabalho. E as relações amorosas são mesmo assim: uns dias mais fáceis e com mais desejo, outros dias em que é preciso que o companheiro dê um puxãozinho, outros dias em que têm de ser as mulheres a puxar. Mas puxem sempre para o mesmo lado!

 

E já que falamos em desejo sexual, vale a pena rever o vídeo sobre o sexo no pós-parto.

Escrever um comentário