Tendências

O meu aniversário com direito a chef em casa

Supper Stars. E quando é o chef que vai aqui a casa?

Foi na minha festa de aniversário que estreámos um modo de jantar especial com a Supper Stars. Ficam as fotos .

A minha avó já não gosta de grandes deslocações (na verdade o corpo já não quer) por isso já tinha escolhido jantar em casa da minha mãe. Juntámos à mesas dos 90 aos 2 anos. Mas era eu que fazia anos por isso merecia uma prenda e a minha comida preferida: japonês. A chef Diana chegou duas horas antes e preparou tudo. Foi perfeito. O peixe mais fresco, os sabores mais deliciosos e zero trabalho. Até a minha avó e a minha mãe comeram sushi pela primeira vez (avisei logo que nunca mais comem nada tão bom). Isto não é publicidade, é mesmo um serviço que vale a pena para um jantar especial (há várias opções em termos de chef e tipo de comida). Para o ano não falha e será na nossa casa nova.

Foi como ir a um restaurante, mas sem sair de casa: o chef  veio até nós, preparar-nos uma refeição à séria, com tudo a que tivemos direito. E não pensem que foi só um miminho para mim. Este serviço maravilhoso está disponível para toda a gente. A Supper Stars funciona através de uma plataforma online, em que reune uma comunidade de chefs de norte a sul do país, muitos com experiência em restaurantes ótimos, dentro e fora de Portugal. 

Como é que funciona? Fácil. Basta aceder ao site, escolher a data, o tipo de refeição (pode ser almoço ou jantar), o local do país, o chef (a apresentação, currículo e comentários dos utilizadores estão disponíveis na página), reservar um menu online ou — caso se queira uma coisa mais personalizada, o que também é possível — enviar um email ou ligar (info@supperstars.pt /+351 927 690 774) para tratar de tudo.

Se quiserem igualzinho ao meu vejam a história e os menus da chef Diana Carvalho.

No dia da festa, o chef da Supper Stars chega a casa (ou a outro sítio que tenham escolhido)  com tudo o que é preciso: os ingredientes (claro que eu escolhi sushi), os utensílios e todo o saber para preparar e servir a refeição. No final, ainda arruma a cozinha, ou seja, fica tudo limpinho. Quem tiver pedidos especiais, está à vontade: comida para crianças, vinho, decoração, serviço de sala, de bar e até aluguer de espaços. 

 

 

Depois, é só desfrutar, relaxar, saborear, conviver, ter a experiência de um restaurante, com comida feita por quem sabe o que está a fazer, mas no calor bom da nossa casa, com todos os que nos são mais queridos, sem ter de lavar e arrumar tudo no fim.

 

Depois do Supper Stars, e já que falamos em comida, é sempre bom lembrar que aceitação não é desleixo.

Escrever um comentário