Maternidade

A Maria Luiza ainda usa fralda?

ainda usa fralda

Esta manhã recebi uma mensagem no instagram – bastante crítica porque “a Maria Luiza ainda usa fralda com essa idade”. Até perguntei se sabia que idade a miúda tem, não fosse a senhora preocupada achar que a minha adolescente de 12 anos ainda usava fralda.  Hoje vamos falar de desfralde. E vamos por calma nos corações angustiados de tantas famílias.

Nas fraldas como em tudo no crescimento de uma criança cada um tem o seu ritmo. É absolutamente normal. Uma criança pode deixar a fralda aos dois anos ou ainda precisar à noite até muito mais tarde.

A Maria Luiza tem 2 anos e meio (mais coisa menos coisa) e ainda usa fralda. De dia e à noite. Está agora a a começar a avisa quando tem xixi e cocó. É um sinal que o desfralde poderá começar um dia destes. Sem pressa.

Chamem-me preguiçosa mas não tenho feitio para andar a limpar o chão, lavar roupa ou levar a miúda à casa de banho mil vezes. Prefiro que seja mais tarde mas que seja natural.

Os miúdos dão sinais muito evidentes de que estão preparados. As fraldas cueca podem ser as nossas melhores amigas (sem qualquer publicidade adoro as do Lidl – preço/qualidade).

O Afonso tinha dermatites horríveis. Tinha dois anos acabados de fazer e deixei-o um dia sem fralda. Chorou imenso quando tentei por outra vez. E assim foi. Mas já falava.  O Gonçalo tinha três anos. Tirou de dia e de noite ao mesmo tempo depois de uma conversa e várias semanas com a fralda seca. As vantagens de ter um diário: pude confirmar neste post que, dias antes de fazer 4 anos, deixou as fraldas.

A Maria Luiza ainda usa fralda e usará enquanto precisar. Ou quando eu perceber que ela já está a pedir mas em russo ou em turco (prometo que escrevo sobre as mil línguas que ela ouve no youtube noutro post). Para já continua a usar o redutor na cabeça porque acha que é um chapéu…

 

(foto da nossa recente viagem à Noruega. prometo que vou escrever sobre isso.)

Comentários (15)

  • Se te disser que EU deixei de usar fralda aos seis meses quando aprendi a sentar-me no bacio, acreditas? Ou achas que sou uma extraterrestre?

    Responder
  • Completamente de acordo! 😊

    Responder
  • Boa noite!
    Sou leitora regular do seu blogue. Não sou mesmo uma fã incondicional e como trabalho há quatro anos numa creche, desde que a Maria Luzia nasceu, que tem sido uma grande ajuda! O desfralde é mesmo uma grande ansiedade no colégio, os próprios pais sentem-se muito pressionados e a criança quase nunca é respeitada. Para que o ritmo da criança seja respeitado é preciso uma enorme luta! Por isso, muito, muito obrigada por ter escrito este post!
    Com carinho,
    Carmen

    Responder
  • Boa noite!!! Sou tia do Bruno Brito sei que se conhecem !!! Minha neta mais nova tem 4 anos!!! Dexou de usar fralda desde os 18 meses!!! É mais trabalho para quem cria ,mas val a pena por todos os aspectos!!!

    Responder
  • O meu filho tem 5 anos e atraso do desenvolvimento e ainda usa fralda. Nas férias passadas, junto à piscina, uma Sra mais velha sentiu a compulsão de se meter na vida dos outros para rebaixar e criticar. A teres a tua vida um pouco mais exposta, ainda é mais fácil apanhares com a amargura daqueles que não se chegam para espalhar amor, mas fel, e que nem percebem o quanto isso os torna infelizes a eles próprios. Respondi à sra que não era por vontade dele nem nossa, mas que para já não conseguiamos deixar a fralda. Que nem toda a gente tem a vida que ela acha que todos devem ter, porque todas as vidas são diferentes. Se ela podia ter chegado e dito que o meu filho é lindo, doce e grandão, e talvez depois perguntado pq ainda usa fralda, podia, mas não seria a mesma coisa do que o altivo e agressivo juízo de valor “tão grande e ainda usa fralda!”…. A vontade foi dizer “Fuck off”, mas venho equipada com um coração, e não conseguia descer ao nível dela😜

    Responder
  • O meu filho deixou a fralda aos dois anos e pouco. Começou a fazer o desfralde em casa por sugestão da pediatra, durante as férias de agosto, logo depois de fazer anos. Avançámos pouco, mas, depois, em setembro, com a ajuda da creche, tudo decorreu muito melhor e rapidamente deixou de usar fralda. A creche foi uma grande ajuda para mim. Nâo vi pressas, acalmaram-me sempre em relação ao assunto e tudo correu bem. Em dezembro, ele já não queria a fralda. Estou farta de ouvir falar mal das creches. A do meu filho foi uma aliada minha em todos os sentidos! A Maria Luiza chegará lá também.

    Responder
  • Gostei dos videos em russo turco no youtube =D o meu filho ve videos em várias linguas e parece que fala tailandês =D tem quase dois anos usa fralda e fala várias linguas!! Ahahahah

    Responder
  • Costumo dizer que os pequenos são todos diferentes e não vemos teenagers a usar fralda, chupeta e etc.
    Deixemos que as crianças tenham o seu próprio timing em vez de usarmos prazos pré-estabelecidos.

    beijinhos
    Marlene

    Responder
  • No caso das fraldas numa bebé, – podia ser num bebé sem distinção de género, mas aqui trata-se de uma menina, – tudo depende da habituação.
    Umas deixam mais cedo, outras mais tarde, umas não as querem passados uns meses, outras agarram-se a elas durante anos, enfim, não é importante e mais cedo ou mais tarde deixam-nas antes de irem para o casamento.

    Responder
  • A minha filha fez 4 anos no dia 8 de abril, ainda usa cueca fralda do lidl são ótimas. Só desfraldou de dia quando ela quis, eu ia tentando mas ela fazia no chão um dia do nada começou a pedir e nunca mais fez nas cuecas. Beijinhos 🥰

    Responder
  • Tão bom …. a minha filha é da idade da Maria Luisa usa fralda e fala as mesmas línguas! Que bom perceber que não somos ETs

    Responder
  • A minha filha tem quase três anos e deixou a fralda há dois meses, quando ela quis. Muita gente criticava e dizia que u devia tirar-lhe a fralda. Eu sempre respondi que a fralda não se tira, deixa-se e ela deixaria quando ela quisesse… assim aconteceu, desde o dia que deixou a fralda, nunca fez nas cuecas ou no chão. Porque foi quando ela quis, sem pressões e sem pressas.

    Responder
  • Fico tão feliz quando percebo que até sou normal e que existe tanta gente que leva com a tirania da mães, avós, amigas, vizinhas e desconhecidas sobre o quanto o teu miúdo devia ser super avançado e não o é. Venceram-me pelo cansaço e tenho uma consulta de desenvolvimento marcada. o meu pequeno tem quase 20 meses e diz mama (de mamar) e papa (de comer). Mais nada. Todos queriam que ele disse-se o abecedário de trás para a frente mas ele está-se nas tintas para isso. Já fui ao otorino porque “o menino ouvia mal e por isso não fala” e o médico mandou-me à fava. Não consigo lidar com criticas destrutivas. Posso mandar toda a gente à merda? Que competição estúpida, jesus! A minha mãe já me fala que tem uma amiga com o filho da idade do meu e que com um ano começaram a tirr a fralda na cresce. E depois????? Enfim. Obrigada pela desabafo 🙂
    E sim, ele ainda mama para desgosto de 90% da população portuguesa que acha que ele já não precisa e não percebe porque lhe dou mama. Caramba, por os dois querem! Deslarguem -me

    Responder
    • A sério que vai com o seu filho a uma consulta de desenvolvimento porque ele não diz quase nada? sim, estou a fazer o mesmo que critico mas… POR FAVOR! Deixem as crianças serem crianças. Cada uma ao seu ritmo!
      A minha filha começou a falar ainda não tinha um ano e hoje com 2 já fala quase tudo de forma correcta. Mas ainda é uma trapalhona a correr porque começou a caminhar aos 16 meses. Se a sento no triciclo sem pedais fica à espera que alguém a empurre… e? Vou inscrevê-la no ginásio para ser mais despachada?
      Mania de quererem que as crianças sejam mini adultos e cópias das outras crianças!
      Por aqui a pressão é a fralda. “Coitadinha da menina, já está na hora de deixar a fralda!” e a chupeta? nem vamos falar da chupeta…..

      Responder
  • Obrigada pelo desabafo! Fico feliz por não ser a única…
    O meu tem 3 anos e 1 mês e ainda usa fralda, e não lhe sinto grande vontade de a deixar.
    Também acha que o redutor é um chapéu, e eu não consigo deixar de rir!

    Responder

Escrever um comentário