A vida com filhos é uma prova de estafetas

1

A vida com filhos é assim. Eu acordo, trato do Afonso, passo o testemunho ao Pedro que fica em casa com a miúda, e saio para levar o meu youtuber à escola. Aproveito a manhã para trabalhar e treinar. Regresso quase sempre com pressa para receber o testemunho e ficar com a Maria Luiza. Chegará o Gonçalo, irei buscar o Afonso. Em dias em que o Pedro trabalha por cá espero pelo barulho da chave, já eles estão jantados, banho tomado, e gargalhadas na cama, para passar o testumunho num sprint que me permita lavar os dentes sem ninguém agarrado às minhas pernas ou a chamar por mim.

Com sorte são também assim os fins de semana. Eu trabalho, o Pedro cuida, eu cuido, o Pedro trabalha. Facilita muito quando a minha mãe está por cá para integrar a equipa de estafetas e conseguimos parar os dois.

Gerir uma equipa de estafetas é uma arte. Acredito mesmo que é a arte dos casais que gerem famílias. Também acredito que não temos que correr as mesmas distâncias: depende da disponibilidade e às vezes da força de cada um. O importante é terminar a prova.

Somos bons nisto das estafetas. Muito bons. Só custa quando no desencontro morremos de saudades. O que acontece quase sempre…

 

 

 

 

É assim a vida com filhos. Já agora, fica um truque para gerir a hora do caos.

 

Foto: Marta Dreamaker

 

1 Comment
  1. […] A vida com filhos é assim. Eu acordo, trato do Afonso, passo o testemunho ao Pedro que fica em casa com a miúda, e saio para levar o meu youtuber à escola. Aproveito a manhã para trabalhar e treinar. Regresso quase sempre com pressa para receber o testemunho e ficar com a Maria Luiza. Chegará o Gonçalo, irei buscar o Afonso. Em dias em que o Pedro trabalha por cá espero pelo barulho da chave, já eles estão jantados, banho tomado, e gargalhadas na cama, para passar o testumunho num sprint que me permita lavar os dentes sem ninguém agarrado … Ver artigo completo no Blog […]

Comentar

O teu endereço de email não será publicado.