PubliPost

Afinal, os bebés devem beber água?

Quem me lê sabe bem aquilo que defendo: o leite materno é o melhor alimento do mundo, porque tem todos os nutrientes essenciais para um desenvolvimento saudável do bebé. A Organização Mundial de Saúde recomenda o aleitamento materno em exclusivo até aos seis meses e continuamente até aos dois anos. Por volta desta idade é feita a introdução de alimentos, como também já falei aqui no blogue. Mas há sempre uma questão que surge. Os bebés devem beber água? E será que todas são próprias para bebés?

A resposta é não. E o principal motivo são os minerais. Por um lado, a água deve ser muito pouco mineralizada de forma a não haver alterações das quantidades deste micronutriente, que costuma vir nas proporções certas nas fórmulas infantis, como os leites adaptados. Mas, além disso, há também a questão do sistema renal: os bebés, até ao primeiro ano de vida, não têm esta parte do corpo totalmente desenvolvida, o que faz com que os rins não tenham a mesma capacidade de filtragem. De outra forma, com minerais em excesso, como o sódio ou o flúor, poderá haver uma sobrecarga destes órgãos.

A Água de Luso é indicada para a preparação de alimentos lactantes, tanto que é a única que tem autorização legal para mencionar esta característica. Tem poucos sais minerais: o teor seco é inferior a 50 miligramas por litro, bem como o de sal. O de nitratos – outro componente para ter cuidado – é inferior a 25 miligramas por litro.

Mas e os bebés que bebem leite materno e água simples? Como a Maria Luiza adora beber água (e não lhe tira nem um pouco à vontade de mamar). Então temos outras características que fazem da Luso a melhor opção, é uma água mineral natural, captadas em profundidade (na Serra do Bussaco, um sítio lindo e que guarda algumas das minhas memórias de infância). com uma composição química estável. O facto de o perímetro da sua captação (na Serra do Bussaco) ser protegida, faz com que não haja risco de contaminação ou adição de outros minerais e compostos que possam prejudicar a saúde do bebé, como o cloro ou alumínio.

Cuidado com a escolha da água. Apostem num biberão ou numa garrafa que seja prática e segura para o consumo e garantam que a marca é indicada para os bebés: muito pouco mineralizada e segura.

 

Afinal, os bebés devem beber água?

Ofereçam água aos vossos bebés e sejam o exemplo, mantenham-se hidratos, bebam água.

Comentários (4)

  • Bom dia.
    Os seus conselhos, ou sugestões, são efectivamente excelentes, sobretudo no que concerne à alimentação do bebé quando preconiza que o aleitamento materno é o mais indicado para os primeiros tempos de vida, e, se possível, a continuação por largos meses..
    Não a contraditando sobre o que aconselha sobre a água, acho, contudo, que há uma excessiva preocupação sobre a pureza bacteriológica da dita, sobretudo quando são bebés.
    Nem a senhora Catarina imagina a quantidade de água que os pestinhas bebem aquando do banho.
    Repare se não estão sempre a chupá-la. Água que lhes passe ao alcance da boca, aí está a língua a puxá-la para dentro.
    E não são muitos esquisitos com os produtos empregues no banho.
    🙂

    Responder
  • Verdade 🙂

    Responder
  • Boa tarde.
    Achei este tema muito interessante. Gostava de saber a partir de que idade deveremos oferecer água aos nossos bebés?

    Responder
  • Quanto à oferecer água a bebés devemos ser sensatos. Uma criança que nasça na Primavera ou Verão tem necessidade de beber água muito mais cedo do que uma criança nascida em Outubro. Para mim, enquanto mãe, o melhor é oferecer água no momento em que inicia a diversidade alimentar e/ou em momentos quentes, independentemente da idade do bebé!

    Responder

Escrever um comentário