Maternidade O Meu Diário

Natal, as minhas memórias

o meu Natal está nestas músicas. e em todas as memórias desta fotografia tirada na casa dos meus avós, na Figueira da Foz, com cheiro a filhoses e a arroz doce. o meu Natal também está no feitio difícil do meu pai e nas lágrimas da minha mãe. o meu Natal continua a desenhar-se nesta música. agora sem pressão e sem pressa, com respeito pela forma como cada um vive esta época. no ano passado em Londres, a passear em China Town. este ano com sestas e mimos, com um jantar simples, apenas com as nossas coisas preferidas, feitas cheias de cuidado pela minha mãe, com o sorriso dos meus filhos [perto ou longe], com a “Música no Coração” pela 1563846859 vez, aninhada no homem da minha vida. o meu Natal está nestas músicas. em memórias difíceis e memórias doces. o que interessa, como em todos os outros dias, é ser feliz.

 

[já nos seguem no Instagram?]

Comentários (3)

  • Ter uma família é de facto o maior presente ❤️

    A noite de Natal chegou ao fim
    Debaixo da árvore ficou uma caixa embrulhada num papel colorido
    Abraçada por um laço encarnado.
    Alguém se tinha esquecido do presente!
    Agarrei nela
    Aparentemente estava vazia!
    Voltei a colocá-la no seu lugar
    O dono viria reclamá-la…..
    No dia seguinte,
    Ainda lá estava.
    Curiosa perguntei:
    A caixa colorida de laço encarnado
    De quem é?
    É de todos tia….
    Na escola pediram aos meninos
    Para representar a família
    Eu fiz um presente.

    Responder
  • Sapatinho na chaminé

    Era assim todos os natais
    Ainda o dia não acabara e lá estava o sapatinho
    A casa cheirava a doces, a mãe atarefada na cozinha não parava
    Nesse dia tudo era magia
    Gostávamos de ficar sentados em frente da nossa árvore,
    Cheia de luzes, sombrinhas de chocolate e bolinhas coloridas
    Em baixo fazíamos o presépio, tinha um lago, uma ponte, caminhos feitos com musgo e pedrinhas pequeninas.
    Ainda sinto no meu peito a emoção que sentia quando olhava para aquela família
    Maria, José e o Menino.
    O dia era longo
    A noite custava a chegar
    Íamos cedo para a cama
    Fechava os olhos e sonhava
    Com o meu sapatinho na chaminé.

    Responder
  • […] prendas e viver estes dias um bocadinho “ao lado”. O meu orçamento agradece e o verdadeiro espírito do Natal […]

    Responder

Escrever um comentário