O Meu Diário

Mercadona: ainda compensa ir às compras a Espanha?

Mercadona

Eu pecadora me confesso: na semana passada fui contribuir para o aumento da riqueza do país vizinho e fui às compras à Mercadona.

Estou consciente de que Portugal precisa de aumentar o consumo privado para conseguir números bonitos no Produto Interno Bruto e melhorar os dados do emprego. Estou consciente de que, para além de insistir no “vota naqueles que acredito que podiam mudar alguma coisa”, é a única coisa que posso fazer pelo meu país: consumir aquilo que produzimos.

Na semana passada, em jeito despedida de férias, podendo alegar em minha defesa uma enorme carência consumista, depois de quinze dias numa lugar no meio do nada, apenas acessível por terras de terra batida, sem água potável, nem sistema de esgotos, peguei nos miúdos, organizámos uma espécie de excursão e fomos às compras a Ayamonte. O objetivo estava definido: comprovar e aproveitar os preços da marca branca da cadeia espanhola de supermercados Mercadona. E será que valeu a pena?

Menos de meia hora e cerca de 35 quilómetros depois, deixávamos as praias portuguesas cheias de espanhóis e estavámos a estacionar ao lado de dezenas de portugueses no outro lado da fronteira.

Fiquei verdadeiramente impressionada com os preços dos artigos de higiene pessoal e, aproveitando as dicas de quem é cliente habitual, trouxe champô e gel de banho (embalagens familiares a um euro) para os próximos anos, cremes de corpo e de rosto com ouro (diz na embalagem e eu acredito) a dois euros, pastas de dentes e tampões que me devem dar até à menopausa. Obviamente, também veio água de colónia, igualzinha à que trazia aos meus pais quando ia de visita de estudo a Badajoz nos campos de férias da minha infância.

Desiludida com a secção de limpeza de casa, em que os preços não compensavam o esforço de carregar aquilo tudo, e perante a impossibilidade de trazer frescos (polvo já cozido com um aspecto e preço maravilhoso), continuei o passeio.

Nada de especial, face aos supermercados onde vou todos os dias, mas eis que cheguei aos enlatados: bacalhau, ovas de bacalhau, mexilhões de todas as maneiras e feitios, e navalhareiras. Trouxe pescado em lata suficiente para só pensar na Mercadona daqui a um ano, quando voltar de férias.

Feliz com a minha poupança aproveitei ainda para atestar o carro e questionar-me, como faço todos os anos quando estou por aqui, como é possível a diferença de preço de um litro de gasolina, em Portugal e Espanha, ser tão grande?

Comentários (9)

  • A minha primeira actividade nas férias é ir ao Mercadona de Ayamonte. Em setembro, lá estarei 😉

    Responder
  • A minha primeira actividade nas férias é ir ao Mercadona de Ayamonte. Em setembro, lá estarei 😉

    Responder
  • A diferença nos preços entre Portugal e Espanha deve-se apenas e só na taxa de impostos/IVA.

    Responder
  • A divergência brutal nos preços entre Portugal e Espanha deve-se à taxa do IVA aplicada em cada país.
    Ou seja, em Portugal é bem superior
    Beijinhos

    Responder
  • Eu também me confesso…pequei exactamente no mesmo sítio! Também vieram produtos de higiene pessoal (mas aviso já que os cremes não são nada de especial…been there!), enlatados (a oferta é tão superior), especiarias, e ração para a cadela (boas rações muito mais baratas).
    Por convicção também sou contra, mas como só o faço uma vez por ano… depois ando o ano inteiro a penitenciar-me no Continente! 🙂

    Responder
  • Adoro ir ao Mercadona, produtos de higiene, lácteos e sem glúten fazem toda a diferença. Depois ir comprar as prendas de Natal dos mais próximos na perfumaria no centro comercial onde fica o Mercadona de Ayamonte.
    Infelizmente, os produtos são mais baratos e melhores, os sacos de lixo não se comparam aos portugueses, pôe os da Vileda (com preços proibitivos) a um canto.
    E os iogurtes a 0,60€!! E são tão bons!! O creme catalão!! Tenho que ir assaltar o frigorífico. 🙂

    Responder
  • Ai o Mercadona…
    Os melhores cremes hidratantes, até do after sun deles eu uso e gosto!!
    E o bálsamo para os lábios de framboesa?!! É só o melhor batom hidratante, nunca mais os meus lábios foram os mesmos! 😀

    Responder
  • Também faço compras compulsivas nos produtos de higiene da Mercadona.
    Tudo barato, tudo de boa qualidade.
    Como é possível que deste lado da fronteira os produtos brancos custem mais do dobro?

    vidademulheraos40.blogspot.com.

    Responder
  • Esses cremes de corpo com "ouro" são divinais…também comprei este verão e estou claramente arrependida por só ter comprado um! Adorei!

    Responder

Escrever um comentário