O Meu Diário

25 de Abril

Ensinaram-me a viver este dia. A respeitar a sua devida importância.
Nasci quando a liberdade era já um dado adquirido.
Aprendi que outros lutaram e morreram por valores fundamentais.
Hoje espero conseguir transmitir ao meu filho que este dia não é apenas um feriado.
Quero que ele sinta os cravos e os punhos cerrados.
Quero que ele que entenda o Paulo de Carvalho a cantar quis saber quem sou, o que faço aqui…., o Zeca e o povo é quem mais ordena e saiba trautear o hino do M.F.A.
Quero ensiná-lo a viver este dia. A respeitar a sua devida importância.

Escrever um comentário