Tag / pequeno almoço

vida saudável

o melhor para comer ao pequeno-almoço #7

comprar açai

quando vou a uma loja e gosto de uma camisola compro duas iguais. é um problema que tenho, eu sei, facilita eu ir sempre a lojas baratas. nos dias seguintes apetece-me sempre vestir o mesmo. com a comida é igual, quando um alimento me sabe bem só me apetece comer aquilo. a todas as refeições, seja pequeno-almoço, almoço ou jantar.
acho que este blog já assistiu à fase Nutella [muito mais lá atrás…], abacate [essa volta sempre], abóbora hokaido, couves de bruxelas. tive umas semanas manteiga de amendoim e agora voltei a lembrar-me do açaí – talvez pelo facto de ele estar em todo o lado!
com sensatez e na medida certa, o açaí faz muito bem e é a prova de que muito mais importante do que o número de calorias são os nutrientes que compõem os alimentos. o açaí é muito calórico, mas  faz parte do grupo dos maravilhosos superalimentos  – alimentos, estilo aveia [vejam aqui a receita das panquecas], quinoa, spirulina e muitos mais, que têm uma concentração nutricional excelente. neste caso, o açaí é muito rico fibra, vitaminas e antioxidantes, que fortalecem o sistema imunitário, protegem o coração e impedem o envelhecimento celular. é ainda perfeito para o pequeno-almoço pela quantidade de energia que fornece.

vida saudável

o melhor para comer ao pequeno-almoço #6

manteiga de amendoim: o melhor para comer ao pequeno-almoço #6

torradas ensopadas em margarina, tigelas cheias de leite e cereais ou bolos de pastelaria? já foram, ou ainda são, o pequeno almoço de muitos se nós.
sabemos que estas escolhas não são boas e não são boas fontes de energia para começar o dia – porque fornecem quantidades de açúcar e gordura astronómicas que, só durante pouco tempo, nos dão força.
as coisas mudaram! aveia em várias formas -panquecas, papas, por exemplo, a fruta, a granola [saudável!!! ]entraram em acção. a consciência alimentar e o conhecimento sobre o efeito que cada alimento tem no nosso corpo ganharam muito terreno e passaram a ser considerados na altura de fazer escolhas. quantos de nós já pensamos duas vezes antes de começar o dia com um capuccino e com um queque?
e quem gosta de manteiga de frutos secos? manteiga de amêndoa ou caju é nada mais do o fruto seco triturado – isto é mesmo verdade. na sua versão mais pura e natural [as embalagens dos supermercados normais raramente são boas, porque têm uma adição de açúcar e gorduras completamente desnecessária] é maravilhosa para o pequeno-almoço ou até para um snack pré-treino. é altamente energética, é uma ótima fonte de gorduras boas essenciais ao organismo.
como em tudo, é importante ser moderado e medir as alturas em que escolhemos comê-la.

viver saudável

o melhor para comer ao pequeno-almoço #5

a aveia: o melhor para comer ao pequeno-almoço #5

bolachas, panquecas, papas, smothies, bolos, queques, muffins saudáveis. a aveia é um dos produtos que mais me ajuda nisto de ter uma alimentação equilibrada e nutritiva. é o cereal que mais faço questão de ter sempre cá por casa porque é um ótimo pequeno-almoço, nas mais variadas formas. além da versatilidade, a aveia tem muitas vantagens no impacto que tem no nosso organismo.
a aveia é, em primeiro lugar, um hidrato de carbono complexo. significa isto que é uma excelente fonte de energia e que, ao contrário dos produtos brancos como massa, pão ou ainda das terríveis, bolachas, cereais ou bolos de pastelaria [recheados de açúcar], evita ataques de fome repentinos e mantem-nos saciados durante muito mais tempo. conclusão: é mesmo excelente para manter um peso saudável. mas há mais do que isto:  é boa para o coração, para o colesterol, para os intestinos, é rica em proteína e ainda previne muitos outros problemas de saúde.
isto não deve ser surpresa para vocês: quem me segue sabe que gosto de fazer panquecas e papas de aveia. quem já foi aos workshops até já viu como é que faço.
portanto, naquilo que se refere ao pequeno-almoço, sim, a aveia é um produto obrigatório. para o lanche também é uma ótima solução. dica: podem conjugar com fruta, com sementes ou um pouco de mel.

dieta das princesas viver saudável

O que comer ao pequeno-almoço #4

mirtilos para começar. que comer ao pequeno-almoço #4

os mirtilos – melhor frescos do que congelados – são uma maneira perfeita de colorir qualquer prato e torná-lo mais apetecível. E se, por um lado, os olhos comem, por outro, os mirtilos são tudo de bom: poucas calorias e um boost de partículas antioxidantes que vão ajudar a preservar a saúde da pele sem prejudicar o perímetro da cintura.
mas o que são os antioxidantes? os antioxidantes são compostos essenciais para o nosso sistema imunitário, porque protegem as nossas células do envelhecimento precoce, ao combaterem os efeitos nocivos dos radicais livres, que nascem, quer da produção natural do organismo, quer de fatores externos, como poluição, stress ou tabaco.
dica: ficam ótimos nas papeis de aveia e são uma combinação ótima para começar o dia, logo ao pequeno-almoço. as papas de aveia dão muita energia, são ricas em hidratos de carbono complexos, que garantem que esta mesma força esteja presente durante muitas horas. os mirtilos, já sabemos porquê!
[vejam mais sugestões para o pequeno-almoço aqui, aqui e aqui.

dieta das princesas viver saudável

o melhor para comer ao pequeno-almoço #3

abacate: o melhor para comer ao pequeno-almoço #3

hoje é dia de falarmos do abacate, uma das frutas mais poderosas e nutricionalmente ricas! o abacate é um dos frutos com menos quantidade de frutose [ou seja, açúcar natural], mas é, por outro lado, aquele que apresenta os valores de gordura mais elevados. mas nada temam – é gordura boa, daquela que faz falta e que é mesmo essencial.
entre várias propriedades, o abacate é bom para o sistema digestivo, tem poder anti-inflamatório, ajuda na formação óssea e é altamente energético – o que é bom para o cérebro. é uma excelente fonte de minerais e de antioxidantes.
nada melhor do que começar o dia com abacate. além de dar este tal boost de energia, é uma ótima alternativa para barrar no pão [substituindo as manteigas e queijos gordos], para colocar no iogurte ou para ser um dos ingredientes de um batido. como é calórico [100 gramas têm cerca de 160 calorias, devido à gordura], é sempre melhor consumi-lo a horas ativas, em que ainda há muitas calorias para gastar.
conheçam outras sugestões de bons produtos para o pequeno-almoço aqui e aqui.

Sigam-me no Instagram

1
Something is wrong.
Instagram token error.