Tag / marido

amor

O que se sente num vestido de noiva?

vestido de noiva

Há uns meses recebi um e-mail da Ivnna. Desafiava-nos para fazer um editorial vestidos de noivos. Achei piada. Queria saber o que se sente num vestido de noiva. Casámos de calças de ganga (podem ver as fotografias aqui). Foi muito especial, não mudaria nada . Mas claro que tinha curiosidade em vestir um vestido de noiva.

Aceitámos sem imaginar que aquilo que nos esperava era um casamento pensado ao pormenor pela The Wedding Wonderland. Vão à página, façam like e leiam um bocadinho sobre a Ivnna porque é mesmo uma pessoa especial.

Foi um momento inesquecível. Não só pelo carinho com que fomos tratados mas por tudo o que sentimos neste casamento. Para nós, esta renovação de votos.

 

Ficam algumas imagens.

maternidade o meu diário

Lista dos momentos mais românticos que já passei com o meu homem

lista

já tinha este post escrito e agendado quando encontrei este texto da Catarina. e pensei: pronto, pelo menos não somos os únicos! esta é uma lista verdadeiramente importante. desde que a Maria Luiza nasceu, e nos tornamos uma enorme família de seis mais dois cães, que o tempo que temos como casal, assim tipo sozinhos, é reduzido, bastante reduzido. até podia dizer que é quase nada mas, ainda assim, vamos tentando umas horas para os nosso encontros românticos, tipo:
– ir ao supermercado às compras porque não há nada em casa;
– ir às finanças porque surgiu um problema inadiável;
– ir à oficina fazer uma coisa rápida e ficar a ouvir o Pedro falar com o senhor horas sem fim (sobre a excelente compra que fez há uns meses e que vive na oficina em vez de viver connosco);
– ir rapar o cabelo porque o homem não se safou dos piolhos;
– levantar encomendas nos correios;
– aspirar o carro (porque eu sinto que há piolhos em todos o lado);
– almoçar fora e começar a mostrar vídeos da miúda um ao outro.
isto tem tudo para dar asneira Pedro!
calma! já fomos duas vezes ao motel porque quando a babysitter fica não temos casa. pode ser que nos safemos. e fiquei a pensar que esta lista dá um vídeo maravilhoso. vou tratar disso! atenção que 2ª feira há vídeo novo.

o meu diário

Como conheci o meu marido? O Tinder e outros segredos que levaram a casamento

conheci o meu marido

como conheci o meu marido?
neste vídeo poderão encontrar todos os pormenores da história de amor que levou ao meu casamento com o Pedro. na verdade o nossa história de amor começou com o mais básico dos engates. mas se quiserem saber onde estávamos quando nos entrámos? porque é que eu nunca encontraria o meu homem no Tinder? e até, o que é o Tinder? têm que ver o vídeo.

maternidade o meu diário

nós [este post também é sobre pós parto]

antes de ficar grávida dizia que não queria perder a liberdade que tinha. depois percebemos que as coisas de que nos fariam falta não eram mais importantes do que a vontade de ter um filho nosso.
sei exactamente todas as coisas de que terei muitas saudades nos próximos tempos: ir ao cinema, dormir na praia enquanto vais para a água e acordar quando o sinto voltar, passear na autocaravana sem objectivos nem horários, os fins de semana sem miúdos, o silêncio, as manhãs passadas na cama depois de muitas horas de sono profundo.
a nossa vida de todos os dias não mudou muito. já existiam miúdos, obrigações e barulho. achava que as contrariedades e as dificuldades, aqueles momentos da vida que nada têm de romântico, afastavam os apaixonados. tenho aprendido um mundo de coisas contigo mas a principal é, quando não somos amantes loucos um pelo outro, somos amigos cúmplices e calmos, noutros dias sócios do mesmo projecto de vida. e depois sou ainda mais apaixonada por ti.
sei exactamente todas as coisas de que terei muitas saudades mas também sei que aquilo que perdemos é temporário e aquilo que ganhámos é para sempre.
notas importantes: há coisas de que já tenho saudades há uns meses, como beber martini bianco com muito gelo. mas a gravidez também já me faz falta porque agora acabaram as desculpas para devorar pizzas e gelados gigantes.

o meu diário

“conheceste o teu marido na internet?”

ontem fui ao programa Grande Tarde falar da minha história de amor. o convite surgiu a propósito de uma grande reportagem da jornalista Raquel Marinho – Tu que buscas companhia – sobre as novas aplicações para encontros. o A. não tinha visto a reportagem mas ontem viu o programa e esta manhã repetia: onde encontraste o Pedro? como se fosse uma piada.
é verdade, eu e o Pedro cruzamos-nos na internet. digo que nos cruzámos porque falámos muito pouco de forma virtual. foi uma sorte. é aquilo que repetimos muitas vezes. mas acho que nisso, seja na internet, seja na vida real, num jantar de amigos comuns ou no local de trabalho, é uma questão de oportunidade e momento. e conseguir tudo isso, é uma sorte.
fica o link de ontem, eu tenho alguma dificuldade em aceitar o tamanho das minhas bochechas 🙂 mas a declaração do Pedro valeu todas as caras tontas que fiz para tentar controlar a emoção.

Sigam-me no Instagram

1
Something is wrong.
Instagram token error.