Tag / filhos

maternidade

menos brinquedos : toy minimalism, quanto menos, melhor

menos brinquedos : toy minimalism, quanto menos, melhor

livrei-me dos brinquedos porque imaginei que me tornava numa daquelas mães que passa o dia a gritar com os miúdos para arrumarem o que desarrumaram. Imaginei que iam implorar-me para comprar todos os brinquedos. mas livrei-me, principalmente, de todos os brinquedos porque sabia o que é que os meus filhos iam ganhar no processo.
encontrei este texto no blogue Simples Families. e defende bem aquilo em que eu acredito. além de ser solidária e contribuir para a missão- casa-sempre-arrumada, vai ao encontro da ideia do quanto menos, melhor. basicamente, semeia valores valiosos que se refletem em viver mais, ter menos e valorizar aquilo que temos.

porque é que as brincadeiras são importantes?
as crianças sempre se divertiram. são crianças. exploram, investigam, são curiosas. não vão sofrer por terem menos brinquedos. não vão perder uma parte fundamental na vida delas. bem pelo contrário. vão ganhar. porque podem ter brinquedos, mas não podem ter todos. acredito que assim vão dar valor aos que têm, dar-lhes utilidades diferentes, vão ser criativos. vão estar a trabalhar no desenvolvimento de pontos fundamentais do crescimento.
se as crianças aprendem através da brincadeira, então brincar é o ofício da infância. e isto significa que o espaço onde brincam é um espaço de aprendizagem.

maternidade PubliPost

quem já tem tudo preparado para o primeiro dia de aulas?

quem já tem tudo preparado

eu já disse mas repito: adoro o regresso às aulas. é a emoção dos recomeços, dos cadernos brancos, das coisas novas! voltam a ver os amigos, conhecem ou reencontram professores, abrem os livros novos. todos os anos, há novos primeiros dias de escola. e são sempre especiais.
 

 
o primeiro dia é o primeiro dia, é um novo ciclo e para o assinalar é bom dar-lhes uma roupa especial – para se sentirem felizes a ir para a escola, seguros e alegres.
estilo: início em grande!
 

 
porque poupar no orçamento familiar é importante, lembro-vos que, a H&M está com uma campanha de 20% de desconto em todo o departamento de criança, caso comprem 40€ ou mais – começou a 4 e termina a 17 de setembro.
 
mas esta é também a altura para o regresso às rotinas normais, às arrumações dos roupeiros e à constatação que cresceram imenso durante o Verão e precisam de roupa nova. aproveitem a campanha para as compras necessárias para o outono e inverno.

maternidade

incomoda-me expor os meus filhos na internet?

soube por uma leitora (obrigada pela mensagem) que a Maria Luiza tinha sido referida no programa “Passadeira Vermelha” a propósito do tema “expor ou não expor os filhos/as crianças na internet”. acho que nunca falei deste tema aqui no blog, embora tenho falado imenso enquanto participei no “Não Faz Sentido” na Sic Mulher.
eu acho que em tudo aquilo que envolve os filhos, considerando pais sensatos e responsáveis, cada um sabe de si. os argumentos que possa ter para que não me incomode mostrar a Maria Luiza são tão válidos como as razões que levam outros pais a não querer que os seus filhos apareçam nas redes sociais.
posto isto, porque é que não me incomoda expor os meus filhos na internet? (porque por muito que não goste da palavra exposição é a única apropriada.)
por partes, a afirmação não pode ser generalizada. os meus filhos têm vontade própria em relação à sua imagem e, a partir do momento em que a expressam, eu respeito-a. o Afonso adora aparecer, o Gonçalo detesta. a Maria Luiza não fala. assim sendo, de uma forma muito natural, aparece. tenho os meus limites, as coisa com que me sinto bem, não gosto de nudez, por exemplo. no dia em a Maria Luiza disser que não quer aparecer, não aparece.

maternidade

já estamos no espírito do regresso às aulas?

espírito do regresso às aulas

estamos quase em Setembro! já estamos no espírito do regresso às aulas?
venha o mês de todas as contradições: a tristeza porque as férias acaba, e o alívio porque a escola recomeça, as saudades dos dias na praia e as saudades dos colegas (para eles) e as saudades de tempo sem filhos (para nós), a falta do calor e vontade que o calor alívio, as saudades dos pés descalços e a vontade de comprar botas (falo por mim), o desespero pelo mês de todos os gastos e a vontade de ir às compras.
 
e ficam as sugestões para o ano lectivo quase a começar. para verem mais basta clicarem nas peças da imagem.

Sigam-me no Instagram

1
Something is wrong.
Instagram token error.