Tag / filhos

maternidade

Carta para a Sara (e ainda bem que a vida não voltará a ser a mesma)

ser mãe

Estava aqui a ver a Maria Luíza a dormir a sesta e percebi que te tinha que escrever sobre isto de ser mãe. Finalmente a Maria Luiza dorme uma sesta grande, a horas certas, sem precisar da minha mama. Tem quase 18 meses e não foi assim até agora. E também não será num dia em que tenha febre ou demasiada tosse. Raio dos miúdos às vezes ficam doentes. Dizem que o coração pára mas é muito pior, a cabeça pára e somos incapazes de ser a pessoa que sempre fomos, assim normal e racional.
Eu sei que 18 meses parece muito tempo. É muito tempo. E, sem te querer assustar, a Maria Luiza ainda acorda à noite. Na verdade acorda várias vezes à noite. E se há dias em que adoro amamentar, noutros detesto, estou farta, quero o corpo de volta. Mas há sempre alguém que diz: “já é altura de parares” e as hormonas reagem ao rubro e eu sinto-me capaz de amamentar mais uns 18 anos (piada, calma).
E quando a miúda fica constipada e eu questiono, bastante zangada: então o leite materno não está cheio de defesas? Onde estão o raio das defesas?
Eu sei que nesta altura só vês bebés que não choram, que dormem a noite inteira desde que chegaram a casa, que descansam a horas certas, sem mama e sem colo. Há bebés que são mesmo assim (a mim nunca me calhou nenhum). Eu sei que te sentes tentanda a culpar a mama, e se deixares de dar mama também te vais culpar.

maternidade

12 dicas para aguentar os filhos doentes em casa

filhos doentes

Gera medo. Gera desorganização. E força-nos a ter uma agilidade acrobática para planear a vida. As doenças dos miúdos viram-nos a vida do avesso e de cabeça para baixo. Quando há filhos doentes, temos de estar presentes e ser capazes de suspender parcial ou totalmente aquilo que estava para acontecer, sem que isso cause algum tipo de dano permanente. O Afonso já teve algumas doses este inverno (agora está a curar uma otite) e a Maria Luiza também.

Para quem neste momento está imerso no gigante tornado que é o da vida com filhos doentes, deixo-vos algumas dicas essenciais que por cá funcionam e que são fruto de conclusões (muito por tentativa-erro, porque a vida é assim mesmo) retiradas ao longo destes anos, com três miúdos pequenos.

maternidade PubliPost

criamos filhos (im)perfeitos com a nossa imperfeição

Criamos filhos (im)perfeitos com a nossa imperfeição

quantos de nós – mães e pais – já perdemos demasiado tempo a pensar: qual é a reação certa? o que devo mesmo fazer? o que faria, neste momento, aquela mãe (aquele pai) que imaginamos perfeito? quantos de nós já não carregamos a culpa porque acharmos que nunca fazemos o suficiente? criamos filhos perfeitos?
vou contar-vos um segredo: não há filhos perfeitos. eu sei, os nossos parecem, principalmente quando estão a dormir. e como diria a música, amamos as suas imperfeições perfeitas.
e sabem como se criam filhos maravilhosamente imperfeitos? com a nossa imperfeição. e façamos para sermos felizes todos os dias, sem medo de assumir os medos, sem pressa mesmo quando estamos apressados, com calma mesmo que no meio do caos.
como diz Baby Dove: não há mães perfeitas, só mais reais. e ainda bem.
 
e assim, ao longo destes meses ficámos fãs desta marca que passou a fazer parte das nossas vidas imperfeitas e doces.

Sigam-me no Instagram

1
Something is wrong.
Instagram token error.