Tag / família

maternidade

O que acontece quando a princesa e o príncipe não são felizes para sempre?

mediação familiar

Calma! As coisas nesta castelo estão bem (e a princesa já nem sou eu). E assim faremos para que continuem porque quem achar que muito amor basta está completamente enganado. Isto dos contos de fada, histórias de amor para sempre e outros finais felizes dão muito trabalho.

Nem sempre as coisas no meu castelo correram como imaginei. Wxistiram roturas e recomeços que não imaginei. Já escrevi sobre isso: dá trabalho mas compensa, a amizade depois da separação. Os filhos merecem esse trabalho todo. E nós também.

Como escrevi na semana passada, a família no momento da ruptura sabe muito pouco. Eu escrevi que cada família é um caso. Não que sabem a solução. Sabem apenas o que sentem.

Por tudo isto estou muito consciente da importância da mediação familiar. E deixo as restantes palavras a quem percebe mais disto do que eu.

maternidade

Carta para a Sara (e ainda bem que a vida não voltará a ser a mesma)

ser mãe

Estava aqui a ver a Maria Luíza a dormir a sesta e percebi que te tinha que escrever sobre isto de ser mãe. Finalmente a Maria Luiza dorme uma sesta grande, a horas certas, sem precisar da minha mama. Tem quase 18 meses e não foi assim até agora. E também não será num dia em que tenha febre ou demasiada tosse. Raio dos miúdos às vezes ficam doentes. Dizem que o coração pára mas é muito pior, a cabeça pára e somos incapazes de ser a pessoa que sempre fomos, assim normal e racional.
Eu sei que 18 meses parece muito tempo. É muito tempo. E, sem te querer assustar, a Maria Luiza ainda acorda à noite. Na verdade acorda várias vezes à noite. E se há dias em que adoro amamentar, noutros detesto, estou farta, quero o corpo de volta. Mas há sempre alguém que diz: “já é altura de parares” e as hormonas reagem ao rubro e eu sinto-me capaz de amamentar mais uns 18 anos (piada, calma).
E quando a miúda fica constipada e eu questiono, bastante zangada: então o leite materno não está cheio de defesas? Onde estão o raio das defesas?
Eu sei que nesta altura só vês bebés que não choram, que dormem a noite inteira desde que chegaram a casa, que descansam a horas certas, sem mama e sem colo. Há bebés que são mesmo assim (a mim nunca me calhou nenhum). Eu sei que te sentes tentanda a culpar a mama, e se deixares de dar mama também te vais culpar.

amor

O que mudava no meu casamento?

Casamento civil

Fotografar vestida de noiva (viram o post?), num momento cheio de pormenores, levou à inevitável pergunta: preferias que o teu casamento, o dito casamento civil, tivesse sido assim? A resposta imediata é: não!
No entanto existem aqui alguns “mas”.

Sigam-me no Instagram

1
Something is wrong.
Instagram token error.