Tag / corrida

o meu diário

melhor forma de receber 2016!

fiz tudo certinho: treinei quando pude e não esqueci o reforço muscular. no trail da Ericeira corri com a joelheira por precaução e não tive dores, mas um trail é diferente porque ando muito mais do que corro. no sábado saí de casa para almoçar e ir directa para a Avenida da Liberdade. e a verdade é apenas esta: esqueci-me das joelheiras em casa. o ambiente estava uma loucura: temperatura perfeita, muita gente, muitas cores, muita música. corri devagar, entre amigos, sempre com um sorriso, a pensar em todas as coisas boas que aconteceram durante este ano. nos últimos dois quilómetros acelerei, e só pensava: corri 10km sem dor, corri 10km sem dor! que sensação maravilhosa. foi a melhor forma de receber 2016!
dois anos de equilíbrio e exercício físico. dois anos de uma vida nova. mudar de vida e ser muito mais feliz.

o meu diário

vantagens de correr com lentes de contacto

como já vos disse voltei aos treinos e estou a preparar-me para a corrida de São Silvestre. e voltou a pergunta óculos versus lentes de contacto? confesso, é inevitável render-me às lentes. correr com chuva e óculos não é compatível. é desconfortavel e incómodo e, quando tentei, fiz a maior parte dos treinos com os óculos na mão [o que me causa um desequilíbrio enorme].
quais são as vantagens de correr com lentes de contacto?
as lentes são uma alternativa mais prática: são mais leves, imperceptiveis, práticas e não se partem. durante uma corrida é menos uma preocupação, não há óculos a pesar, não há óculos para ajeitar, não há uma coisa a abanar na cara. em dias de chuva, como já disse, torna-se desesperante.
e desmistifique-se que as lentes de contacto exigem muitos cuidados de higiene e tempo de dedicação para manter os olhos de boa saúde. agora é possível adquirir lentes diárias, que se colocam a cada manhã e deitam fora ao final do dia. uma solução muito prática para trabalhar ou para desporto. sem limpeza. sem confusão. razão pela qual aceitei o apoio das lentes de contacto iWear para este desafio.

viver saudável

[bom dia]

sábado voltei às corridas, no Meo Urban Trail em Sintra. foram 12 quilómetros com subidas [muitas subidas] e descidas num cenário de sonho, com passagem pelo meio da Quinta da Regaleira e passagem pelo Castelo dos Mouros. parei para tossir umas três vezes mas nem um dor no joelho [obrigada à Inês e ao Holmes Place porque o reforço muscular funciona mesmo]. o tempo não foi óptimo [cerca de 1h45m] mas, para as condições, foi maravilhoso.
obrigada à Li, por ter aceite o desafio [e a quem tive que preparar o pequeno-almoço no domingo – na foto *, para compensar pelo sacrifício], ao João, pela companhia e pela paciência, e à Raquel por me ter tornado a prova muito mais fácil e me ter feito acreditar que eu podia continuar a correr quando só queria andar. foi muito bom. agora treinar, treinar e treinar para fazer o melhor tempo possível na Corrida de São Silvestre [daqui a exactamente dois meses].
 

* ovos mexidos com óregãos [dois ingredientes caseiros, de duas trocas que fiz] e gomásio [para quem não sabe são sementes de sésamo com sal marinho, comprei no Brio], pão de batata doce da Miolo, iogurte biológico de côco [comprado também no Brio, tenham cuidado porque é demasiado bom], wetabix e framboesas [vou congelando quando encontro promoções]. a macã reineta e as laranjas do algarve também são de trocas.

Sigam-me no Instagram

1
Something is wrong.
Instagram token error.