Tag / bebé

maternidade

O que levo na mala do bebé quando saio com a Maria Luiza no inverno?

meias quentinhas

Dezembro: já há frio e ainda bem! Queremos Outono com aspecto de Outono. Como diziam umas velhinhas que viviam ao pé de mim em Almada: “desde que o homem foi à Lua que o tempo ficou todo estragado”.
Mas quando as temperaturas baixam e se fazem sentir diferenças bruscas, é sempre bom andar prevenida e evitar possíveis desastres (tipo a família toda doente). Quem tem famílias grandes sabe que este problema é agravado pela sequência terrível quando todos conseguem apanhar o mesmo mas em sequência.
Hoje vamos falar de passeios e daquilo que anda comigo quando saio com a Maria Luiza (para o Afonso também ainda levo algumas coisas).  Roupa, higiene e distracções. São os três elementos que devem compor a mochila de quem tem filhos pequenos. Com o frio, convém que haja sempre agasalhos extra (tipo gorro, camisola ou casaco). Serve para a Maria Luiza e para o Afonso, não queremos correr o risco que eles apanhem frio e fiquem doentes. Uma dica: meias secas, não ocupam espaço e fazem a diferença depois de uma chuvada ou de uma brincadeira no parque num dia frio.
Independentemente da estação, levo fraldas (quem tem miúdos maiorzinhos pode levar uma muda de cuecas), toalhitas e brinquedos leves e fáceis de transportar que podem ser uma grande ajuda para os distrair.

dieta das princesas

por falar em alimentação dos bebés: a frutos [e os boiões também]

por falar em alimentação

ainda hoje falámos e alimentação dos bebés. e por falar em alimentação dos bebés, é verdade que tenho a sorte de ter à minha volta muita gente que me esclarece e que me dá os melhores conselhos sobre a alimentação dos miúdos. tenho tentado seguir estas dicas ao máximo mas [repito] sem nunca ser fundamentalista.
os pilares essencias, especialmente quando começam a poder comer sozinhos, são a variedade aliada a uma composição nutricional rica. é a partir desta idade – em que deixam de se alimentar única e exclusivamente do leite materno – que os miúdos começam a ganhar gostos específicos. é importante que eles explorem e descubram a comida. por isso, não devemos deixar nada [de bom] de fora.
a fruta é essencial. é rica em açúcares naturais, tem muitas vitaminas, antioxidantes e é um alimento energético! o seu consumo deve ser diário, a partir do momento em que eles começam a fazer a introdução de alimentos sólidos – como no caso da Maria Luiza.
mas levar fruta para a rua pode ser uma experiência caótica – ela tem de estar aos bocados e é certo de que os bebés vão fazer dela o que querem [e é mesmo suposto]: atiram para o chão, sujam tudo à volta e sujam-se a eles próprios. por isso, neste contexto, acho que os boiões de fruta são uma boa alternativa.

maternidade viver saudável

bebés paleo? dicas fundamentais sobre o baby led weaning

o que é isto do baby led weaning [e todas dicas fundamentais]

hoje é dia de vídeo novo! continuamos a falar da alimentação infantil, mais concretamente, do baby led weaning, a febre do momento que consiste em deixar os bebés mexerem na comida à vontade. a ideia é que na passagem do período da amamentação para a fase em que começam a introduzir os alimentos sólidos, eles se possam ir familiarizando com os cheiros, com as texturas e com os sabores de tudo aquilo que habitualmente se serve à mesa de casa, na rotina da família, que deverá ser saudável, claro, com muitos legumes e frutas.
mas como não sou especialista no assunto, volto a passar a palavra a quem verdadeiramente sabe do assunto. novamente, tenho como convidadas especiais a Joana Moura, minha amiga, chef preferida e a autora do blogue Jocooking, e ainda a pediatra Joana Figueira, que nos esclarece sobre a importância do baby led weaning no desenvolvimento dos bebés e sobre os principais factores a ter em consideração nesta moda.

maternidade PubliPost

quanto tempo dura, na verdade, uma gravidez? e chamaram-lhe [e muito bem]: Décimo Mês

décimo mês

à terceira já não estranho quando o bebé nasce e há uma certa sensação que ninguém quer saber de mim. eu entendo, a partir do momento em que nascem, os bebés são o centro das atenções. são absolutamente adoráveis [muito mais do que uma criatura exausta, cheia de olheiras e a cheirar a leite azedo] e exigem um cuidado muito especial.
mas, e as mães? quem se preocupa connosco? para nós também tudo é novo, tudo é diferente. é importante percebermos que o facto de já termos passado pelo parto, não significa que a gravidez tenha desaparecido. ela continua, cá fora, já com um bebé para cuidar. é uma nova “gravidez” que começa.
a verdade é que, nisto de ter filhos, nenhum momento é mais assustador do que o dia em que saímos da maternidade com um bebé ao colo. por maior que tenha sido a dedicação no período da gravidez, e mesmo que vá melhorando quando já é o segundo, o terceiro ou o enésimo filho, ninguém está verdadeiramente preparado para isto. na entrada deste universo completamente novo, sentimo-nos felizes mas desorientadas.
existem centenas de livros, site e blogues sobre a gravidez. achamos que sabemos tudo.

maternidade

6 dicas para cuidar a pele do bebé

pele do bebé

falemos sobre a pele do bebé!
 
como já vos tinha dito num post sobre o banho da Maria Luiza, a pele dos bebés é extremamente sensível. não é igual à dos adultos, ou sequer à das crianças mais velhas. o processo de desenvolvimento não termina quando eles estão dentro da nossa barriga, mas apenas depois de nascerem.  como é mais fina e mais suave, irrita-se com facilidade e é mais vulnerável às alergias, ao sol, sendo que até a temperatura do corpo poderá surtir algum tipo de efeito. precisa de cuidados, rotinas e produtos próprios, mas sempre personalizados. nunca esquecer que todos os bebés são diferentes, com característica distintas.
e porque o que funciona com uns não funciona com outros, é fundamental estarmos atentos às reacções que eles têm. quando acertamos num óleo, gel de banho ou hidratante, é bom mantermos esses e não variarmos muito. neste post deixo-vos 6 dicas sobre a pele do bebé: começamos com o duelo ‘toalhitas vs compressas’, passamos para os produtos do banho, produtos para depois do banho e ainda falamos sobre a importância das massagens.
 
– o que é melhor: compressas ou toalhitas?
o mais prático? as toalhitas, sem sombra de dúvida – são leves, vêm embaladas e podem andar connosco para qualquer lado dentro da mala.

Sigam-me no Instagram

1
Something is wrong.
Instagram token error.