Tag / anita silvestre

viver saudável

sou bonita ou sou feia? os malefícios da falta de confiança na imagem corporal

Nesta conferência TED que vos convido a assistir, Meaghan Ramsey fala sobre a importância de gostarmos de nós e sobre como acharmos que somos feias nos prejudica tanto. Parece que a maioria das mulheres não tem em grande conta a sua beleza. Aliás, o número de pesquisas online e vídeos com a pergunta Sou bonita ou feia? é assombrosa. Fiquei a saber que há milhares de adolescentes a colocarem esta dúvida na web para obterem a validação deste mundo. Para tornar o ecrã ainda mais negro, há um outro grupo de muito boa gente que, com um ecrã à frente, revela o seu pior lado e começa a disparar ofensas sem considerar a possibilidade da existência de sentimentos na pessoa do outro lado.
Mas de onde vem a dúvida sobre a própria beleza? A mais perfeita certeza que tenho é a de que todas as mulheres são bonitas, todas têm a sua beleza, única e irrepetível. A questão, como sempre, vem das comparações e dos padrões que nos são veiculados como regra a seguir.
A comparação é a pior coisa que podem fazer, ainda que no universo online isto se torne quase impossível.

tendências

maquilhagem simples em 7 passos, e eu a tentar aprender

maquilhagem simples

eu não sei maquilhar-me. aliás eu nunca me maquilho. se me maquilharem a conversa é outra e gosto bastante do resultado.
a Anita tentou ensinar-me e eu – tirando a preguiça que ficou na mesma – acho que aprendi. aqui fica o vídeo! – e lembrem-se de subscrever o canal  – e os 7 passos para uma maquilhagem simples e fácil: creme para hidratar, base para uniformizar, corretor de olheiras para corrigir, revirador para pentear as pestanas (opcional), máscara de pestanas para abrir o olhar, blush para dar cor ao rosto e, no fim, batom para quem quiser ainda mais cor. parece muita coisa, mas nenhum demora mais de um minuto e em cinco estamos prontas para sair de casa.

tendências

perguntar a quem sabe: quantos tipos de corpos existem? todos são diferentes e lindos.

todos os corpos são bonitos. todos são diferentes [há cinco tipos]

hoje falamos sobre os diferentes tipos de corpos. mas como não sou especialista na matéria, pedi à Anita Silvestre, autora do blogue Look a Day e a nossa consultora de imagem sobre quem falei num post há pouco tempo, que me viesse ajudar.
corpos com mais curvas, com menos curvas, mais salientes nuns sítios, menos noutros. somos todas diferentes, com características distintas, únicas e só nossas. não há um corpo igual a outro, todos são diferentes e todos são bonitos. defendo que devemos tratar de nós e que se há alguma coisa a incomodar-nos que devemos fazer por resolver a questão. mas, acima de tudo, defendo que devemos aceitar-nos. é um processo complicado [acreditem, eu sei], mas é o melhor. para a nossa saúde mental, auto-estima e bem-estar.
neste vídeo a Anita indica-nos os tipos de corpos que existem, de acordo com as características mais comuns. eu sou uma pêra [ou a Catarina Kardashian]. e vocês?
e se andam à procura de roupa para o vosso tipo de corpo, deixo-vos a sugestão dos três melhores sítios, onde há de tudo, em bom: os três melhores sítios para ir comprar roupa para o nosso tipo de corpo: os centros comerciais Alegro de Setúbal, Alfragide ou Castelo Branco.

dieta das princesas

Como usar saias de tule [ao estilo princesa desportiva]

como usar saias de tule [ao estilo princesa desportiva]

A Catarina Beato é fã de saias de tule e em sua honra aqui seguem umas dicas e exemplos de como usar esta peça tendência ao seu estilo.
Este tipo de saia farfalhuda compõe um típico look de bailarina ou de princesa, mas as misturas de estilos e influências são o que está mais na moda. Por isso, nada mais fácil do que apostar no mix para desconstruir a meninice da saia de tule.
Para se transformarem numa princesa desportiva, basta conjugar a saia com uma sweater. Podem ainda acrescentar um blusão de cabedal ou de ganga – a mistura de materiais diferentes nunca é demais. De saltos, sabrinas, botas ou ténis, acrescentem o calçado que entenderem, de acordo com o efeito que pretenderem – mais a puxar o feminino ou o desportivo e casual.

dieta das princesas

Closet que respira: como ter um guarda-roupa prático e low cost?

Closet que respira: como ter um guarda-roupa prático e low cost?

Ter um closet à séria é o sonhos de muitas mulheres. Certo? Mas um closet ainda mais à séria é assim: espaçoso, clean, apenas com aquilo que realmente usamos, com aquilo que faz sentido para nós, com o que nos fica bem e com o que amamos de paixão. Pode ser um quarto inteiro, um armário grande ou apenas um charriot, só com a diferença de que quanto maior o espaço, mais área livre deve sobrar. O closet pode e deve respirar. Porque, repito, não precisamos de ter muita coisa. E o nosso estado mental agradece, já que somos poupadas do clássico drama matinal, que consiste em vestir e despir roupa freneticamente.

Sigam-me no Instagram

1
Something is wrong.
Instagram token error.