Tag / adolescente

maternidade

presentes para um adolescente

presentes para um adolescente

Hoje voltamos a falar da adolescência. Com as hormonas saltitantes e com todas as alterações no cérebro tudo se altera. Desde a forma como eles se comportam com o mundo, à maneira como esperam que o mundo lide com eles. Começam a afinar-se os gostos, as preferências e um estilo próprio. Surge uma personalidade, que não sendo definitiva, é já um esboço que mistura um adulto e uma criança, profundamente influenciado pela necessidade de pertença, aceitação e aprovação num grupo de amigos. Posto tudo isto, quais é que são os melhores presentes para um adolescente?
Acho que o truque está, precisamente, em procurar soluções que vão ao encontro destes novos gostos, mas daqueles que sejam bons para a criatividade, cultura, autoestima e saúde. Isto traduz-se (cá em casa, pelo menos) em roupa, tecnologias – quer seja para fotografia ou música – material desportivo ou ténis, por exemplo.
Se vivem com um adolescente, ficam aqui algumas dicas sobre o que lhes oferecer. Para verem o produto ao pormenor, basta carregar na imagem.

maternidade

noites sem dormir é para meninos! esperem pela adolescência

Temos vindo a perder o medo de dizer que ser mãe de um bebé cansa. Felizmente! Porque viver na angústia de sentirmos que somos as únicas nestes momentos em que a privação de sono leva à loucura, nesta bipolaridade entre a paixão assolapada e a falta de tempo sozinhas. Como se fosse uma contradição esta vontade de estar em diligência e este amor que nos dá tudo (tudo que é tanto mas não é mesmo tudo porque somos mais que mães).
Há uma facilidade nisto de partilhar as angústias de mães de crianças pequenas: elas não sabem ler. Podemos escrever, podemos mandar mensagens. E depois podemos apagar e guardar apenas as fotografias bonitas.
Ser mãe de um adolescente é lixado
Primeiro porque falar destas coisas é tabu. Porque falar das dificuldades é sempre visto como uma fragilidade que não queremos assumir. Segundo porque os visados dos nossos desafios sabem ler. Sabendo ler estamos limitadas naquilo que dizemos porque não queremos expor o que sentimos nem o que os nossos filhos sentem.
É lixado no geral.
Na adolescência dos nossos filhos somos espectadoras de festas de hormonas esquizofrénicas, saltitantes! E nós mulheres sabemos de que são capazes essas festas nas nossas vidas. Como nos esfrangalham o corpo e os nervos.
Eles são adultos em construção. Têm um mundo de dúvidas, certezas absolutas e angústias por gerir.

maternidade

viver com um adolescente

como é viver com adolescente?
o amor por um filho adolescente vê-se no bom humor com que acordo (e eu sei o quanto me custa levantar-me depois das noites que tenho e do mau humor que sempre caracterizou as minhas manhãs) só para contrariar tanta rezinguice.

maternidade

adolescência. quem tem medo?

adolescência. quem tem medo?

este é um vídeo sobre adolescência. na verdade é um resumo doce daquilo que estes anos de construção de gente adulta trazem às mães e aos pais. eu, que não sou nada destas coisas das generalizações, comovi-me. porque isto da adolescência dos filhos é mesmo uma aventura [mais ou menos dura, depende dos dias e dos momentos] para as mães e para os pais. nos momentos que me custa mais lidar com as respostas menos doces, com os supiros-estou-farto, ou com o revirar de olhos de tédio, lembro-me da minha adolescência. lembro-me do quanto fui grata aos meus pais pela paciência mas também pela rigidez, sempre que necessário. se me pedissem uma dica para lidar com a adolescência dos filhos, só uma, eu diria: não ter medo. não ter medo que os supiros-estou-farto sejam sinónimo que os nossos para-sempre-bebés já não gostam de nós, que os olhos de tédio sejam direccionados a nós, que as refilices sejam sinal de menos amor. a adolescência é mesmo assim. ser mãe e pai também é assim: não ter medo que filhos amuados. o momento passa, a adolescência passa, e os filhos agradecem nunca termos desistido de sermos mães e pais com regras e firmeza [misturada com lamechices irritantes]. o momento passa, a adolescência passa, e convém ser o chão firme na montanha russa de emoções porque eles estão a passar.

Sigam-me no Instagram

1
Something is wrong.
Instagram token error.