o meu diário

manhã de sábado [repeat]

Ontem almocei no meio dos livros. Ontem almocei no meio de amigos-que-são-mais-que-amigos. Queria que a Feira do Livro estivesse sempre ali. Livros e amigos. E a nossa casa cheia de gritinhos e gargalhadas, brincadeiras e discussões. A loira mais bonita do mundo veio dormir com o meu filho. Queria a casa sempre cheia de amigos. E manhãs com torradas e leite. Gosto de manhãs frias passadas em casa. A casa cheia de livros. E amigos.

o meu diário

o meu menino [o poeta]

Final do dia. G. toma banho com todos os seus bonecos.– G. vamos sair do banho?– Não quero.– G. sai do banho!– Só se me deres um doce.– Não te dou doce nenhum. Se quiseres dou-te beijos.[G. continua a chapinhar.]– Imediatamente!G. sai do banho e começa a chorar.– Tu nunca me dás nada…– Eu disse que te dava beijos. Doces não dou.– Quando eu peço doces são os teus beijos…Rio-me.– Tu é que és o meu doce.

Sigam-me no Instagram

1
Something is wrong.
Instagram token error.