o meu diário

Saí do armário!

Ontem fui confrontada com uma pergunta tão simples como.– Profissão? Estive alguns segundos em luta interna: faltam-me quatro cadeiras para acabar a licenciatura de Economia, mas não me sinto “estudante”; tenho 33,33% de um pequeno bar no Bairro Alto, mas não me sinto “empresária”…– Sou… dona-de-casa.Fodasse. Assumi.…

o meu diário

Ainda a propósito de parir… ou a maravilhava de amamentar.

Dando continuidade ao meu momento nostálgico, gostava de informar as futuras parideiras de alguns factos.Aquilo dói mas não dói mais do que ter dores de periodo. Assim tipo vão-e-voltam.O que dói mesmo é quando passadas 24 horas as mamas começam a inchar como se não houvesse amanhã. O leite sobe. E começa a sair por […]…

o meu diário

Eu… depois de parir.

do Lat. parere v. tr. e int.,dar à luz filhos; v. int.,ter um parto. Hoje apetece-me recordar este dia.No dia 13 de Dezembro de 2002 fui à medica demanhã. Fez-me o toque (para quem não saiba consiste em enfiar dois dedos pela vagina até sentir a crinça).– É cabeludo!A consulta acabou com a entrega de […]…

o meu diário

Necessário

Gosto do urso Balu. É pachorento, amigo, protector, gosta de dançar e de nadar no rio com a barriga fora de àgua.Gosto do urso Balu porque ele ensina ao Mogli a lição mais importante da vida: Necessário. Somente o necessário. O extraordinário é demais…(a propósito da discussão da madrugada de ontem)…