o meu diário

Dúvidas

O Avante é lindo.É lindo encontrar de quem se gosta como se não nos vissemos desde ontem.É lindo o cruzamento de gerações. A sopa da pedra. A garrafa de moscatel. O copo de vinho tinto. Dancei a Carvalhesa. Queria que todas as dúvidas e todas as angústias desaparecessem. Alí sou uma mulher cheia de certezas. […]…

o meu diário

Obrigada

Provavelmente já teria passado pelo seu colo. Não me lembro. Conhecia a sua história. Não dúvido que a beleza de cada um se constrói na suas experiências de vida. Na sua coragem.(re)Vi-a numa noite de Maio. Estava (aparentemente) calma sentada no sofá da sala. Vi uma mulher bonita. Recebeu-me sem críticas. Desejou o neto. E […]…

o meu diário

Tempo

Nas férias o G. era obrigado a ver os noticiários. A M. ensinou-lhe que “aquele senhor que falava era jornalista”.Ontem contei-lhe as novidades.– Não vás embora, mãe. Fica aqui.Será que ele pensa que me vou embora para dentro da televisão? Ou que desapareço no fim do noticiário e só volto no dia seguinte? Ou percebeu […]…

o meu diário

Conheço o Z. desde que eramos miúdos. Os nossos pais eram os melhores amigos. Ao sábado iamos juntos à natação. Ao domingo iamos ao cinema. Partilhávamos tapaweres de maça cortada e barrinhas vermelhas e douradas de chocolate Regina.Perdemos o contacto.Námorava o pai do G. há uma semana quando fomos a casa dele (deles). Não via […]…

o meu diário

Choro de bailarina

São como as moedas. Uma vez cunhados. Para sempre cunhados. São os manos que não tenho.Hoje quero dizer-lhe que gosto deles. Muito.Apesar de serem do Benfica, a I. e o Z. são criaturas terrivelmente interessantes. Espécimes únicos nas respectivas faixas etárias.A minha I.’zinha é poeta. Saí aos pais na beleza e no talento. Superou-os por […]…

o meu diário

Se não fosse o vazio que sinto. Hoje seria um dos dias mais felizes da minha vida.Vinte e sete anos para tentar dar resposta à mais existencial das perguntas:O que queres ser quando fores grande?Quando me pediram para escrever 2000 palavras. Quando só me apetecia chorar. Não acreditei. Hoje ligaram-me. Fiquei.Uma vitória de cada vez.…

o meu diário

Regressei.Os últimos dias foram um inferno passados num sítio lindo.Não tenho força para o que me está a acontecer.Sinto a cabeça às voltas.Queria escrever mas há situações que não podem ser expostas. Nem mesmo aqui neste espaço que é só meu.Será silêncio.Aqui.E dentro de mim.…

o meu diário

Breve passagem por casa.Tenho tanto para escrever. Mas o sono não deixa.Voltei da Costa Alentejana esta madrugada. Calha-me sempre ser eu a acordar cedo. Também já não tenho expectativas que o contrário aconteça.Maldito regresso a casa que me sorve a calma tão vagarosamente interiorizada.Maldito regresso a casa que me desarruma as entranhas e me faz […]…