viver família

o meu diário viver família

resumo deste momento [quase 20 semanas ou “vamos a meio”]

sinto-me fisicamente bem, quase sempre. a ciática deu tréguas. tenho a força de sempre apesar das pernas não gostarem do meu novo peso. o “quase sempre” vai para as crises horríveis de intestinos [a imagem não é bonita mas foquem-se apenas nas cólicas]. a culpa das crises de intestinos é minha [quando como demasiados disparates, […]…

o meu diário viver família

começar a semana com a bateria recarregada [e o meu brunch preferido]

nos últimos dias tenho sido infinitamente mimada [não na perspectiva negativa da coisa mas na parte boa de receber mimos]. na 6 feira fui à 2Be. não ia há algum tempo e, apesar das pestanas aguentarem imenso tempo, já precisavam de manutenção. aproveitei pra dormir enquanto fui obrigada a estar de olhos fechados. depois passei […]…

o meu diário viver família

[post recuperado e dedicado]

Entidade Isolada ou Pacote Completo? 17 Abril, 2005  Afinal com quem nos relacionamos? Somos uma entidade isolada ou trazemos o pacote completo para uma relação? A questão que se põe é: até que pontos os factores que nos influênciam, influênciam uma relação (amorosa – especifique-se). Somos um planeta com muitas luas e satélites. Será possível para quem […]…

viver família

isto não é uma democracia!

Quando os meus avós eram crianças não tinham qualquer poder de decisão. Cresceram com base em regras que não contestavam. Infelizmente, cresceram também com demasiada pancada. Diria que foram coisas dos tempos dos meus avós, mas foi também a realidade em que cresceram os meus pais e que ainda são educadas muitas crianças. Declaro, para […]…

viver família

desta aventura freudiana de ser mãe de uma menina… [e planos para o fim-de-semana]

afirmei muitas vezes: “é-me indiferente desde que tenha saúde”. e sentia exactamente isso mas esperava que – como das outras vezes – encontrassem um pilinha na ecografia. “sou mãe de rapazes.”  nada de pilinha, “quase de certeza que é uma menina”, o Pedro e o G. quase comovidos e eu agarrada ao “quase”. o A. […]…

o meu diário viver família

quem implica com os dias especiais?

Todos os dias são dia-de-qualquer-coisa: dia da felicidade, dia dos irmãos, dia do animal de estimação, dos namorados, dos casados, dia do sono e da gargalhada. Esquecerei aqueles que desconhecia até existirem redes sociais que sabem tudo sobre todos os assuntos e restrinjo-me às comemorações de que me lembro desde pequenina. E falo desta relação […]…