viver família

filho pequeno
viver família

pequeno [e tão doce]

pequeno A. faz um birra. peço-lhe que pare de choraminhar. pára e dá-me dois beijos. aproxima-se do meu ouvido. – O primeiro beijinho foi de amor. O segundo foi de desculpa.     outros momentos memoráveis do filho pequeno http://diasdeumaprincesa.pt/2015/09/filho-estou-contigo.html http://diasdeumaprincesa.pt/2015/06/filhos.html   sigam-nos no Instagram.…

Para as mamães de adolescentes que estão no mesmo barco que eu... Chorei um rio inteirinho! ❤️

Posted by Juliana Leite Cajano on Friday, May 15, 2015
viver família

adolescência. quem tem medo?

este é um vídeo sobre adolescência. na verdade é um resumo doce daquilo que estes anos de construção de gente adulta trazem às mães e aos pais. eu, que não sou nada destas coisas das generalizações, comovi-me. porque isto da adolescência dos filhos é mesmo uma aventura [mais ou menos dura, depende dos dias e […]…

[bom dia]
viver família

[bom dia]

bom dia. já prometi e estou a preparar os posts para vos contar esta história, que também é de amor, com a nossa casa. penso nisso todas as manhãs quando acordo. aqui, nesta casa, ao teu lado. ontem perguntaram-nos se tinha sido amor à primeira vista. sorrimos um para o outro, nunca tínhamos pensado nisso, na […]…

viver família

[bom dia]

o homem regressou de madrugada [ainda que só por umas horas, mais vale isso que nada]. o homem regressou exactamente como me deixou cá, a tossir que nem um condenado. pequeno A. acorda e ouve tossir: – que barulho é este? – é o Pedro. está muuuuuuito doente [e reviro os olhos]. olhar matador de […]…

[bom dia]
viver família

[bom dia]

há alturas em que pergunto: porque tenho um blog? não tenho um blog de moda, culinária ou outra qualquer arte, não dou conselhos de coisa nenhuma, e sou especialista apenas naquilo que vou vivendo. este blog é um diário público. porque tenho um blog? pela mesma razão que tive um diário desde o momento em […]…

rotinas [e bom dia!]
viver família

rotinas [e bom dia!]

no ano passado prometi que não voltava a repetir a asneira de regressar de férias poucos dias antes de voltarmos às rotinas. este ano, com a adaptação acrescida de uma casa nova, estávamos todos em casa uma semana antes do despertador ser programado para antes das sete. para o G. o início foi muito fácil. […]…