Author / Catarina Beato

maternidade

Phancy: dar qualidade de vida ao doente oncológico

Phancy: um espaço de bem-estar e estética para doente oncológico

Quando ouvi falar pela primeira vez da Phancy senti logo que tinha de escrever sobre isto. Não é fácil falar de cancro mas é necessário. A ideia é genial. É um projeto em que acredito porque vi de perto as transformações e as necessidades do doente oncológico. A Joana Miranda, CEO e uma das mentoras do projeto é enfermeira, mas também sentiu isto na pele.
“A ideia para o projeto surgiu pelo facto do meu pai também ser doente oncológico. O diagnóstico da doença foi algo difícil. Foi difícil porque eu sou enfermeira de profissão e a doença já foi detetada numa fase avançada, com metástases. Culpabilizei-me, porque não entendia como é que isto me tinha passado despercebido”, conta.
Com duas quimioterapias e três operações, o pai da Joana passou por aquilo que é comum a estes doentes: “Ele sempre foi uma pessoa extremamente ativa e quis manter-se assim. Mas, quando saia à rua, naquela fase com a pele mais acinzentada, havia sempre alguém que lhe lembrava que estava doente: ‘coitadinho, está doente.’”
Esta é a realidade para do doente oncológico. Querem normalizar a vida. Querem esquecer-se dos problemas, nem que seja por uma fracção de segundo. Mas há sempre uma voz que os puxa para baixo. É carregar a doença para além daquilo que o corpo sente.

tendências

Armário Cápsula: metade do meu roupeiro fora

Armário Cápsula: como metade do meu roupeiro foi fora

A Anita passou cá por casa para me ajudar numa segunda missão a favor do minimalismo: arrumar o meu armário e desfazer-me de tudo aquilo que já não visto. A tarefa exige alguma frieza, mas só no início. Chama-se a isto um armário cápsula. Não deve exceder as 30 peças de roupa. E para lá chegar, é preciso seguir algumas regras essenciais. Sem esta disciplina, não vamos lá.

Os 5 passos essenciais para um armário cápsula…

amor

O que se sente num vestido de noiva?

vestido de noiva

Há uns meses recebi um e-mail da Ivnna. Desafiava-nos para fazer um editorial vestidos de noivos. Achei piada. Queria saber o que se sente num vestido de noiva. Casámos de calças de ganga (podem ver as fotografias aqui). Foi muito especial, não mudaria nada . Mas claro que tinha curiosidade em vestir um vestido de noiva.

Aceitámos sem imaginar que aquilo que nos esperava era um casamento pensado ao pormenor pela The Wedding Wonderland. Vão à página, façam like e leiam um bocadinho sobre a Ivnna porque é mesmo uma pessoa especial.

Foi um momento inesquecível. Não só pelo carinho com que fomos tratados mas por tudo o que sentimos neste casamento. Para nós, esta renovação de votos.

 

Ficam algumas imagens.

maternidade

12 dicas para aguentar os filhos doentes em casa

filhos doentes

Gera medo. Gera desorganização. E força-nos a ter uma agilidade acrobática para planear a vida. As doenças dos miúdos viram-nos a vida do avesso e de cabeça para baixo. Quando há filhos doentes, temos de estar presentes e ser capazes de suspender parcial ou totalmente aquilo que estava para acontecer, sem que isso cause algum tipo de dano permanente. O Afonso já teve algumas doses este inverno (agora está a curar uma otite) e a Maria Luiza também.

Para quem neste momento está imerso no gigante tornado que é o da vida com filhos doentes, deixo-vos algumas dicas essenciais que por cá funcionam e que são fruto de conclusões (muito por tentativa-erro, porque a vida é assim mesmo) retiradas ao longo destes anos, com três miúdos pequenos.

maternidade

London ice tea: há disso na terra do chá?

afonso no youtube

Temos um post em atraso sobre o nosso Natal em Londres. Volto a Londres sempre que posso porque tenho uma sensação de casa. 
O Afonso já lá tinha ido comigo, quando tinha a idade da Maria Luiza, mas desta vez é que foi emocionante. E não me perguntem porquê o miúdo pôs na cabeça que não existia ice tea em Londres. Foi  um entusiasmo quando encontrou numa loja de conveniência mesmo ao pé da casa onde ficámos. Na verdade fui eu que lhe mostrei porque queria ganhar a aposta. É o chamado London Ice tea.
Comprámos a garrafa e o Afonso quis fazer um vídeo parecido com aqueles que vê a experimentar coisas. Ttemos um, ainda em edição, em que me obrigou a provar doces estranhos!).
Vamos lá a caminho do milhão de subscritores!
 

Atenção, como diria o Afonso: este vídeo não foi patrocinado pelo London Ice Tea.

Sigam-me no Instagram

1
Something is wrong.
Instagram token error.