meias quentinhas
viver família

O que levo na mala do bebé quando saio com a Maria Luiza no inverno?

Dezembro: já há frio e ainda bem! Queremos Outono com aspecto de Outono. Como diziam umas velhinhas que viviam ao pé de mim em Almada: “desde que o homem foi à Lua que o tempo ficou todo estragado”.

Mas quando as temperaturas baixam e se fazem sentir diferenças bruscas, é sempre bom andar prevenida e evitar possíveis desastres (tipo a família toda doente). Quem tem famílias grandes sabe que este problema é agravado pela sequência terrível quando todos conseguem apanhar o mesmo mas em sequência.

Hoje vamos falar de passeios e daquilo que anda comigo quando saio com a Maria Luiza (para o Afonso também ainda levo algumas coisas).  Roupa, higiene e distracções. São os três elementos que devem compor a mochila de quem tem filhos pequenos. Com o frio, convém que haja sempre agasalhos extra (tipo gorro, camisola ou casaco). Serve para a Maria Luiza e para o Afonso, não queremos correr o risco que eles apanhem frio e fiquem doentes. Uma dica: meias secas, não ocupam espaço e fazem a diferença depois de uma chuvada ou de uma brincadeira no parque num dia frio.

Independentemente da estação, levo fraldas (quem tem miúdos maiorzinhos pode levar uma muda de cuecas), toalhitas e brinquedos leves e fáceis de transportar que podem ser uma grande ajuda para os distrair. Como faço parte do clube dos fãs das fraldas de pano, levo sempre duas (mesmo em casa ando sempre com uma fralda de pano atrás, manias).

A mochila convém que seja prática, confortável e com espaço suficiente. Se tiver várias bolsas, ótimo.

 

Isto é o que funciona comigo. Se de alguma forma puder ajudar ou dar ideias boas, fico feliz.

Para verem cada sugestão ao pormenor, basta carregar por cima da imagem.

Lembram-se quando vos mostrei o que levava na mala do bebé quando a Maria Luiza era pequenina?

E o que levei na mala da maternidade? 

Comentários (2)

Deixe um comentário