PubliPost viver família

alimentação dos bebés com 1 ano, descomplicar e outras soluções práticas

Há muitas teorias sobre a diversificação alimentar e a introdução de novos alimentos. Eu sigo aquilo que a pediatra me indicou. Apesar da Maria Luzia, assim como todos cá em casa, termos médico de família no nosso centro de saúde, há algumas questões mais técnicas que gosto de conversar com uma pediatra. Nisto da alimentação acho que cada pessoa deve seguir aquilo em que acredita, ou a pessoa em quem confia.

Independentemente das várias correntes, a alimentação dos bebés com 1 ano, mais mês, já é igual ao resto da família. Obviamente que estamos a pensar que a família come de forma equilibrada: sopa, proteína (seja vegetal ou animal de acordo com cada família), legumes, fruta, cereais, leguminosas.

Acredito que, seja para pequenos ou grandes, mas considerando que os pequenos, para além das questões nutricionais estão a educar o paladar, é importante apostar em alimentos frescos, sazonais e menos processados possíveis.

 

Mas também é preciso descomplicar a alimentação dos bebés

 

 

Na correria do dia à dia também é preciso descomplicar. Para isso devemos encontrar soluções práticas que nos facilitem a vida.

Hoje falo-vos novamente dos produtos da Nutribén, desta vez aqueles que estão indicados para esta fase da Maria Luiza (mais de 12 meses).

Para começar o dia ou para o lanche: Pequeno Almoço, Pequeno Almoço e frutas e a Farinha Láctea de Cacau com Bolacha Maria. Para preparar basta adicionar água porque esta papa já tem leite, o que a torna muito prática. A Maria Luiza provou a Pequeno Almoço e, como podem ver, adorou. Comer papa sozinha é uma aventura mas vale a pena deixar e ficar a ver.

 

Para andar sempre na mala: as saquetas de Fruta&Go. As saquetas de fruta, são feitas de fruta 100% natural, sem adição de açúcares, isentas de glúten e sem corantes nem conservantes. São uma excelente opção para trazer na mala e para ter sempre por casa para servirem de snack. A embalagem é muito fácil de manusear e não é perigosa. Vamos aos sabores: há Maçã e Banana, Pera, Banana, Laranja e Bolacha, Frutas Variadas e Banana, Morango e Iogurte Natural. Obviamente que também são uma excelente sobremesa porque garantem que a Maria Luiza fica entretida enquanto eu acabo alguns textos.

Para os momentos de correria, fica esta dica, descomplicada e equilibrada.

Comentários (5)

  • Compreendo que seja “só” uma sugestão, mas confesso que são posts que menos gosto de ler..

    Responder
  • Acho que papas de pacote e purés de fruta são alternativas convenientes que todas as mães usam pontualmente. Contudo se as mesmas passarem a fazer parte do regime diário do bebe (e.g. serem sempre o pequeno almoço) há que ter cuidado a ler os rótulos para verificar que não são demasiado açucaradas. Se pegar num rótulo e somar todos os ingredientes declarados como: açúcar, sacarose, frutose, maltodextrina, concentrado de frutas ou qualquer cereal hidrolisado, isso na verdade sao açúcares de rápida absorção que são menos benéficos em doses altas para os bebes. Ao escolher cereais com grandes conteúdos destes ingredientes sabe que está a dar ao bebe uma guloseima ao invés de um cereal nutritivo (como a maior parte destes produtos se posicionam de forma enganadora).

    Responder
  • […] Independentemente das várias correntes, a alimentação dos bebés com 1 ano, mais mês, já é igual ao resto da família. Obviamente que estamos a pensar que a família come de … Ver artigo completo no Blog […]

    Responder
  • De vez em quando são boas opções todos os dias não acho muito saudável no meu caso prefiro dar um biberão de leite simples e a meio da manhã fruta e um queijinho ou umas bolachas

    Responder
  • As bolachas de preferência sem açúcar existe umas Marias que normalmente estão na parteleira dos produtos naturais de todos os hipermercados não levam tantas” porcarias” como as Marias normais e são super saborosas…

    Responder

Deixe um comentário