Será que o Afonso precisa de óculos?
PubliPost viver família

Será que o Afonso precisa de óculos?

No sábado fui com os miúdos ver como estão os olhos, que é como dizer em linguagem mais técnica fazer um rastreio visual. Para o Gonçalo já é uma rotina mas para o Afonso, que começou agora a escola a sério, foi a primeira vez.

Eu lembro-me como se fosse hoje quando, há 28 anos a minha professora de piano percebeu que eu via mal porque tinha dificuldades em ler a pauta. E foi há 28 anos que fui ao médico e soube que ia ter de usar óculos.

Talvez porque me lembro perfeitamente de como a minha vida mudou quando comecei a usar óculos e a ver bem (parecia um mundo novo) que tenho imensa consciência da importância do rastreio visual.

Termos consciência de que vemos mal quando somos pequenos é difícil. Achamos que é assim mesmo. Que é normal. Muitas vezes, as más notas e a falta de atenção devem-se não a dificuldades em aprender mas a isto mesmo: a problemas de visão.

A Fundação ALAIN AFFLELOU está a promover, nas óticas aderentes, rastreios visuais a miúdos com idades entre os 5 e os 7 anos. A escolha da idade não é por acaso. É por altura que começam a evidenciar-se alguns dos sinais da miopia, hipermetropia, astigmatismo, estrabismo ou ambliopia. Caso sejam necessárias correções visuais, a campanha inclui oferta de um par de óculos graduados, com armação específica da campanha.

Talvez porque eu o Gonçalo usamos óculos, o Afonso ia entusiasmadíssimo. O processo é muito simples e a técnica foi impecável. O Afonso já lê por isso optaram pelos quadros com letras. Até aquela coisa para tapar um olhos e depois o outro é amorosa!

O resultado final não foi exatamente aquele que ele desejava: não precisa de óculos! Aliás tivemos mesmo que trazer uma armação com boas lentes mas sem graduação porque o Afonso queria mesmo muito uns óculos. Viram no Instagram?

Esta iniciativa decorre até 16 de outubro nas óticas ALAIN AFFLELOU aderentes. Para poderem saber se os vossos filhos precisam de usar óculos e usufruírem desta oferta especial, basta ligarem para uma das lojas ALAIN AFFLELOU e marcarem uma consulta.

Mesmo sem sintomas o melhor mesmo é fazer um rasteiro visual todos os anos, principalmente em idade escolar.

 

Ficam algumas dicas para estarem atentos:

– Fechar parcialmente os olhos para ver melhor ou para se fixarem em detalhes afastados

– Entortar ou revirar os olhos

– Ter dores de cabeça frequentes sem motivo aparente

– Olhar aparentemente perdido quando falam com alguém

– Apresentarem movimentos pendulares da vista

– Terem as pupilas com um aspeto branco

– Aproximarem-se demasiado da televisão ou livros

– Colocarem-se em posições tortas para lerem ou fazerem melhor os trabalhos de casa

– Sofrerem de blefarite ou de terçolho de repetição

– Piscarem os olhos quando saem à rua com sol

Comentários (1)

Deixe um comentário