olx
PubliPost viver mais com menos

destralhar e comprar em segunda mão: OLX Live Market

já falei sobre a minha mania das arrumações em vários posts. gosto de lhe chamar, de arrumatice-aguda. arrumar cansa, mas é um esforço que vale a pena. a casa limpa e organizada relaxa-me e faz-me sentir bem.

para mim, organizar a casa não significa só limpar e colocar no sítio certo aquilo que está no sítio errado. passa, sim, por seleccionar e ver o que é que está a mais. passa por termos nela apenas aquilo que nos faz falta. acredito mesmo que quanto menos, melhor – coisas a mais geram caos e mais desarrumação. é um ciclo. é por isso que eu adoro, mas adoro mesmo, destralhar. leia-se: livrar-me de tudo aquilo que já não é necessário.

da mesma forma que adoro destralhar, também adoro vender e comprar em segunda mão. e acho que está tudo ligado: não faz sentido mandar para o lixo coisas boas e em condições, quando há outras pessoas a precisarem delas. e se pudermos negociar entre nós, com preços justos, melhor ainda.

depois da estreia em julho, vêm aí mais edições do OLX Live Market. é isso mesmo: o mercado que todos conhecemos virtualmente vai sair à rua!

há 3 datas marcadas:

16 de setembro, dedicado à moda
30 de setembro, dedicado à decoração
21 de outubro, dedicado às crianças e aos bebés

o horário e os locais serão sempre os mesmos: das 10h às 19h, na Avenida da Liberdade. é aqui que vão estar os 20 stands de marcas de referência não globalizadas – sobretudo criações e projetos portugueses – e outros 20 stands de anunciantes de referência OLX. a ideia é que as pessoas e marcas possam escoar o stock a preços de outlet, mas com um oferta de produtos de qualidade.

mais coisas boas: além de podermos comprar barato e em segunda mão, vamos poder ajudar as instituições de solidariedade que o mercado vai estar a apoiar. se a 16 de setembro decidirem passar pelo mercado, levem livros e outro tipo de material escolar de pequenas dimensões – estilo cadernos, canetas, calculadoras, mochilas, dossiers, etc – para serem doados às Aldeias de Crianças SOS e à Acreditar. a 30 de setembro volta a haver componente solidária, mas a instituição ainda está por anunciar

juntamos a isto tudo as atividades e música que vão acompanhar os mercados – incluindo o jogo da Roda da Sorte.

quem quer ir? eu vou!

Comentários (1)

  • […] para mim, organizar a casa não significa só limpar e colocar no sítio certo aquilo que está no sítio errado. passa, sim, por seleccionar e ver o que é que está a mais. passa por termos nela apenas aquilo que nos faz falta. acredito mesmo que quanto menos, melhor – coisas a mais geram caos e mais desarrumação. é um ciclo. … Ver artigo completo no Blog […]

    Responder

Deixe um comentário