confessar
o meu diário

a velha e o instagram

venho por este meio confessar uma fraqueza. atribuiu-lhe o estatuto de confissão porque envolve alguma vergonha.

há várias noites em que, para chamar o sono, fico perdida no instagram. frequentemente cruzo-me com mulheres absolutamente lindas. esqueçam lá o tratamento de imagem, os filtros e o cuidado com o ângulo, eu sei isso tudo, mas são lindas na mesma.

agora os sentimentos menos nobres: caramba que tenho inveja de tanta saúde e beleza. que raios que nem com menos massa adiposa e cinco treinos por semana lá ia. olho, faço a gestão da inveja e volto a olhar. e é então que percebo que não tem sequer 25 anos.

então debato-me entre a certeza que não chego lá de certeza e a certeza que estou velha.
texto bonito à parte: não te metas em comparações com miúdas que quase podiam ser tuas filhas!

é nesta fase que entra a aceitação [agora ouçam uma gargalhada]

 

 

nota: a sardinha da foto é da loja Bordallo Pinheiro.

Comentários (8)

  • Igual por aqui , dou a mesma gargalhada quando me conformo e penso “Quero ver chegar aos 40 tão bem como eu !!!”

    Responder
  • A Catarina é linda e está ótima! Nós somos mulheres reais, sem filtros! E com alguma surpresa, além de sermos “primas” do lado do pai também devo ser “prima” da Sofia Serrano do lado da mãe!!! 🙂 🙂 🙂

    Responder
  • […] agora os sentimentos menos nobres: caramba que tenho inveja de tanta saúde e beleza. que raios que nem com menos massa adiposa e cinco treinos por semana lá ia. olho, faço a gestão da inveja e volto a olhar. e é então que … Ver artigo completo no Blog […]

    Responder
  • A Catarina é tão bonita e parece tão feliz!! Tomara eu ter com 31 anos ter o corpo que a Catarina tem com quase 40!! Um beijinho

    Responder
  • Olá Catarina! Tenho a tua idade e uma filha com 17. Num processo mental estranho também já dei por mim a comparar-me com a miúda!! Depois de 4 filhos o que perdi na figura ganhei na capacidade de rir de mim mesma! E tem sido bem divertido 😉

    Responder
  • Quando olho para os meus filhos e os vejo tão crescidos, giros e independentes, percebo que isso tem um preço…eu também “cresci” 🙂
    Valha-me o espirito que faço para que continue sempre jovem!

    Responder
  • […] outro dia confessei-vos, num post, que, à noite, sem sono, mergulho no mundo do instagram e que me comparo a miúdas de 25 anos, […]

    Responder
  • Eu lembro-me perfeitamente de quando era jovem e tinha dúvidas naquilo que deveria vestir, no corte do cabelo, e a minha mãe ria e dizia para eu não me preocupar tanto, pois tinha o brilho da juventude… E de facto é assim, mesmo não tendo sido uma top model, a frescura da juventude, o brilho no cabelos, a pele esticadinha, tudo isso já era um grande avanço para me sentir bem. Hoje, com 44 anos o cabelo já não parece seda, o corpo, ainda que não muito fora de forma a elasticidade da pele já se alterou… É isso… olhar para a publicidade e ter noção que as modelos são garotas de 18-20 anos é essencial, caso contrário me sentiria um caco. Envelhecer não é gostoso, mas faz parte, né?

    Responder

Deixe um comentário