desejos consumistas

o que mais gostam quando voltam de férias?

o que mais gostam quando voltam de férias? eu digo-vos o que mais gosto.

já devo ter falado desta dica algures no blog mas aqui fica: sabem o que me sabe melhor nas férias e garante que a sensação “pós-férias” não desapareça em poucos minutos – mesmo não consiga que dure muito mais que alguns dias? deixar a casa impecavelmente arrumada e limpa antes de sair.

digamos que é mesmo um ritual. no dia antes das férias maiores limpo tudo, arrasto sofá e móveis, subo ao escadote para chegar às prateleiras mais altas, separo a roupa para dar quando estou a fazer as malas, deixo o frigorífico vazio e descongelo para o poder desligar.

adoro a sensação de regressar a casa e saber que está tudo exactamente como desejo que fique o ano todo. e também gosto do dia seguinte quando vou às compras para “recomeçar”.

 

 

ficam algumas coisas bonitas para a casa. se quiserem ver mais basta clicarem nos objectos.

foto: Lia Rodrigues – em Lisboa, ou no Alentejo, se precisarem de fotografias contactem. depois mostro mais desta sessão.

SaveSaveSaveSaveSaveSave

SaveSave

Comentários (3)

  • […] digamos que é mesmo um ritual. no dia antes das férias maiores limpo tudo, arrasto sofá e móveis, subo ao escadote para chegar às prateleiras mais altas, separo a roupa para dar quando estou a … Ver artigo completo no Blog […]

    Responder
  • O que mais gosto é do cheiro familiar da nossa casa, o que menos gosto é das “toneladas” de roupa para lavar e passar de seguida.

    Responder
  • Bom dia!
    Parabéns Catarina, o blog tornou-se um vício, mais agora que vivo a cerca de 3M Km de distância, ansiosa por setembro para matar saudades. Connosco passa-se exatamente o mesmo, pois que ir de férias implica deixar tudo impecavelmente arrumado, limpo, arejado, perfumado, etc. E já de regresso até lembramos o bem que tudo isso nos vai saber. Pior é quando, ao invés, tudo foi remexido, sem uma única gaveta intacta, e temos de fugir umas semanas para casa da mãe. Já passaram 2 anos, já ultrapassamos, mas não esquecemos. Beijinhos e muito obrigada!

    Responder

Deixe um comentário