PubliPost viver mais com menos

está quase a chegar a altura de comprar os livros escolares [pânico!]

agosto e setembro são meses de facada no orçamento familiar. aquilo que se gasta em livros escolares é uma fortuna. sou apologista de que os irmãos devem, quando em bom estado, herdar os manuais uns dos outros, mas quando a diferença de idades é grande, isto é mesmo impossível – os programas e os livros mudam e não há nada a fazer. para famílias numerosas, com mais de um filho – com mais de 6 anos, aproximadamente – esta questão ainda se torna mais pesada para o orçamento familiar. são muitos livros – a dobrar, a triplicar, a quadruplicar…

para atenuar um bocadinho este estrago é bom aproveitarmos e estarmos atentos a oportunidades que possam surgir. a Fnac, como é costume, já está com descontos na compra de livros escolares. basta entrarem no site, seleccionarem a zona do país e a escola, para ficarem a saber que manuais usufruem do desconto dos 10%. se encomendarem online, os portes de entrega são gratuitos e escusam de andar carregados com uma tonelada de livros. dica: caso aquele que procuram não apareça na lista, escrevam diretamente no motor de pesquisa. na papelaria e livros de apoio escolar também há descontos [20% para aderentes e 10% para não aderentes].

se navegarem pelo site, além dos livros, podem ainda aproveitar outros benefícios: clientes de livros escolares Fnac podem ter descontos ou ofertas [50%, um mês de oferta, vouchers, inscrições grátis] em várias empresas parceiras que desenvolvem e promovem atividades extracurriculares para os miúdos. há desde explicações com reforço da matéria, a atividades desportivas ou ainda escolas de línguas, como o British Council, escolas de música ou de dança.

vamos tornar a facada no orçamento do regresso às aulas menos dolorosa e aproveitar as promoções!

 

Comentários (3)

  • Engraçado falar nisto, pois amanhã vou ao continente encomendar os livros da minha filha, estou a contar com 250 euros mais ou menos, contudo com os 10% de desconto aproveito e compro o material escolar, pois além do básico, quando começam as aulas ela vem sempre com uma lista fantástica das disciplinas práticas, educação tecnológica e educação visual .
    #maedocoracaosoueu #continente #livrosescolares #10% #materialescolar#.
    tem toda a razão quando fala em pânico, é um absurdo o preço dos manuais escolares.

    Responder
  • Ontem fui buscar os livros do meu filho que este ano vai para o 7º ano. Fiquei em choque com os 325€ que tive que pagar (apesar de já ter o dinheiro à parte pois já sei que nesta altura é mesmo assim).
    Mais, apesar de o primo ter deixado os livros para ele, os referenciais são diferentes e a escola já não aceita os livros que no ano passado estavam em vigor no mesmo ano.
    Podia divagar com o negócio das editoras mas não vale a pena. Ainda não houve ninguém dos nossos governantes que pensasse à séria nesta matéria e a política decidida num ano devia de ser mantida por x anos, independentemente de quem está à frente no governo. Uma política de educação por x anos como fazem os países nórdicos.
    Ainda por cima, falta o material escolar e acabei de ter que comprar uns óculos novos pois ele cresceu e a armação já não dava e novas lentes pois a graduação aumentou.
    Muita ginástica orçamental é o que é preciso e um equilíbrio emocional a acompanhar esta equação anual.
    Parabéns Catarina pelo blog e pela partilha destas situações da vida real de tantas famílias.

    Responder
  • Olá Catarina.
    Isso de passar os livros de um para o outro já era!! E a diferença de idades não tem de ser grande. A minha filha e a minha sobrinha têm apenas 1 ano de diferença e por incrível que pareça, os livros do 6º ano usados o ano passado são diferentes dos que vão ser usados este ano! Só se aproveitou um!!! É incrível o país que temos!!
    Bjs

    Responder

Deixe um comentário