piolhos
experimentar e gostar PubliPost viver família

Sobre comichões na cabeça, ou, vá, sobre piolhos…

Comecemos pelos factos mais recentes: se acompanham o nosso instagram, a verdade é que apanhamos mesmo piolhos. Vivam as piscinas! Viva o Verão! Eficácia dos produtos comprovada em cabeça própria [e da família toda].

Vocês já sabem: em permanência, cá em casa somos cinco cabeças, ainda que uma delas ainda não tenha cabelo suficiente para ser motivo de alarme. Isto para dizer que, se um deles apanha piolhos, estamos todos tramados cá em casa.

Ao contrário do que se pensa, os piolhos são insetos sem asas, ou seja, insetos que não voam e que nem sequer saltam. Os piolhos rastejam de um lado para o outro e todos nós podemos tê-los alojados temporariamente nas nossas cabeças, nos nossos cabelos. Eles instalam-se e alimentam-se do sangue – por isso é que dão muita comichão.

O verão costuma ser amigo dos piolhos porque com o sol usamos mais vezes os chapéus, os miúdos e seus respectivos chapéus convivem alegremente em autocarros a caminho da praia, com as duas cabecinhas encostadas, nos campos de férias e nos ATLs. Não tem nada a ver com falta de higiene, cabelos sujos ou limpos estão sempre sujeitos. Os piolhos gostam é do sangue e não do cabelo!

Resolver estas crises hoje é bem mais fácil do que era há uns anos, ainda que seja obrigada a confessar que consigo sentir-me idosa ao lembrar como é que os meus pais tinham que me tirar os piolhos, um a um, mas basta pensar no Gonçalo mais pequeno e em soluções que pareciam que nos matavam a nós antes de manterem os piolhos. Atualmente há produtos que tratam do assunto rapidamente, em poucas lavagens.

A gama Paranix não contêm insecticidas, e por isso os piolhos não criam resistência! Os produtos têm apenas ação mecânica.

Além disso, Paranix tem uma gama de produtos muito completa e para vários cenários. Acreditem que inventam tudo e ainda bem! A marca tem um gel localizador de lêndeas! que permite prevenir antes da desgraça ser maior, e também um spray repel, isso mesmo um spray para por nas alturas mais críticas e que criar uma película protetora contra elementos estranhos e que dificulta a adesão dos piolhos ao cabelo. Teria agradecido muito se este produto existisse quando eu era monitora de campos de férias!

Os produtos de tratamento podem ser aplicados as vezes que forem necessárias, mas a marca recomenda duas aplicações com um intervalo de sete dias – o tempo suficiente para erradicar uma crise de piolhos.

Portanto, vamos desejar ter de lidar com isto o menor número de vezes possível [é quase inevitável], mas é bom conhecermos os produtos que temos à nossa disposição e as diferentes possibilidades de tratamento que existem. Até lá, digam aos miúdos para não se colarem à cabeça dos outros e incentivem-nos a não usar chapéus que não são deles. E como isto também não deve ter grandes resultados, vão lavando os chapéus a alta temperatura, mais precisamente a 60 graus, só para prevenir!

 

Post em parceria com a marca Paranix

Os produtos de tratamento de Paranix (Spray e Champô de Tratamento) são Dispositivos Médicos para o tratamento da pediculose. Paranix Localizador de Lêndeas é um Dispositivo Médico utilizado para evidenciar lêndeas. Paranix Champô de Proteção é um dispositivo médico utilizado para prevenção da disseminação da pediculose. Apenas para uso externo. Evitar o contacto com os olhos ou as mucosas. Em caso de contacto com os olhos, lavar abundantemente com água. Não usar em caso de alergia a algum dos ingredientes. Paranix Spray de Tratamento está indicado para crianças com mais de 6 meses. Paranix Champô de Tratamento, Paranix Localizador de Lêndeas e Paranix Champô de Proteção estão indicados para crianças com mais de 2 anos. Manter fora do alcance e da vista das crianças. Leia cuidadosamente a rotulagem e as instruções de utilização. Paranix Repel é um produto cosmético. Manter fora da vista e do alcance das crianças.

Comentários (7)

  • Olá Catarina. Bem sei do que falas…eu que apanhei piolhos uma x em miúda (e que vergonha teve a minha mãe em ir à farmácia comprar Quitoso “Meu Deus, minha Nossa Senhora, que vergonha…”) e agora em adulta já perdi a conta. É começar a escola e 3 dias depois já vêem recados para se ver a cabeça dos putos; é real, foi assim que começou o ano lectivo 2016/2017. Posso dizer que este foi o 1°ano escolar, em muitos, que nenhuma apanhou piolhos (nem eu!!). Agora que os teus miúdos estão livres da praga, perfuma-lhes o cabelo. Não me canso de dar esta dica, é assim que eles não vão para a cabeça das miúdas e a verdade é que resulta. Já comecei a fazer stock para a escola que começa daqui a um mês: 2 perfumes de Baunilha e um de Pera da Yves Rocher. Somos umas guerreiras, catamos a cabeça dos nossos filhos e a seguir ainda temos de nos catar a nós…beijos

    Responder
    • a sério que deitar perfume na cabeça deles impede a bicheza?! pode ser qualquer um!?…qualquer um de criança claro!

      Responder
  • […] Ao contrário do que se pensa, os piolhos são insetos sem asas, ou seja, insetos que não voam e que nem sequer saltam. Os piolhos rastejam de … Ver artigo completo no Blog […]

    Responder
  • A dica do perfume funciona!
    A minha cabeleireira aconselhou-me a fazer isso. Sou educadora de infância e estou constantemente em “zona de guerra”. Com o cabelo perfumado tem corrido bem!
    Para além das dicas que escreveu, quando se faz o tratamento convém trocar de toalhas de banho e roupas da cama com maior frequência para evitar que fique por lá algum piolho que depois vai voltar a contaminar as cabeças.

    Responder
  • Catarina olha que a Maria Luiza não está assim tão “imune” à bicheza! o Pedro na primeira semana do infantário pimbas: piolhice! o david tem 5 anos e meio nunca teve o Pedro com 10m veio com a cabeça cheia!…

    Responder
  • […] – ir rapar o cabelo porque o homem não se safou dos piolhos; […]

    Responder
  • […] caso – como já contei noutro post e no Instagram – depois de uma semana de calor, piscina todo o dia, vários duches e banho ao […]

    Responder

Deixe um comentário