pele do bebé
viver família

6 dicas para cuidar a pele do bebé

falemos sobre a pele do bebé!

 

como já vos tinha dito num post sobre o banho da Maria Luiza, a pele dos bebés é extremamente sensível. não é igual à dos adultos, ou sequer à das crianças mais velhas. o processo de desenvolvimento não termina quando eles estão dentro da nossa barriga, mas apenas depois de nascerem.  como é mais fina e mais suave, irrita-se com facilidade e é mais vulnerável às alergias, ao sol, sendo que até a temperatura do corpo poderá surtir algum tipo de efeito. precisa de cuidados, rotinas e produtos próprios, mas sempre personalizados. nunca esquecer que todos os bebés são diferentes, com característica distintas.

e porque o que funciona com uns não funciona com outros, é fundamental estarmos atentos às reacções que eles têm. quando acertamos num óleo, gel de banho ou hidratante, é bom mantermos esses e não variarmos muito. neste post deixo-vos 6 dicas sobre a pele do bebé: começamos com o duelo ‘toalhitas vs compressas’, passamos para os produtos do banho, produtos para depois do banho e ainda falamos sobre a importância das massagens.

 

– o que é melhor: compressas ou toalhitas?

o mais prático? as toalhitas, sem sombra de dúvida – são leves, vêm embaladas e podem andar connosco para qualquer lado dentro da mala. mas o que é que é melhor para a pele do bebé? as compressas! não esquecer que as toalhitas são compostas por álcool e outras componentes que podem deixar a pele irritada e com alergias, sobretudo quando são aplicadas muitas vezes no mesmo local. a minha sugestão passa por utilizar toalhitas [comprar sem álcool e para peles sensíveis] quando estão na rua e em casa optar sempre pelas compressas [super baratas!] que podem humedecer em água morna ou em água levante.

 

– a escolha dos cremes para o banho

queremos que os nossos bebés cheirem bem, mas não precisamos de produtos para isso [eles já cheiram a bolachas e algodão doce]. para evitar alergias e irritações, não se deixem encantar só pelo cheiro dos produtos. o mais importante é  sua composição, que deve respeitar alguns princípios básicos:

primeiro, deve ser natural, ou seja, com a maior isenção possível de químicos. depois, o ideal será escolher sempre produtos sem perfumes muito intensos e com um ph neutro. sempre que utilizarem um novo creme, observem  reação do bebé. esta é uma etapa muito importante para compreender as características da pele, identificar possíveis problemas e soluções.

 

– e depois do banho?

depois do banho, o primeiro passo é secar bem a pele do bebé – atrás das orelhas, axilas, virilhas, tudo. utilizem uma toalha macia, sem nunca esfregá-la com força no bebé. o movimento deverá ser sempre suave. os bebés perdem mais água do que os adultos e a pele deve ser cuidada desde os primeiros meses de vida. por isso, depois do banho, já com o corpo seco, é altura de aplicar o creme hidratante. a regra é a mesma: um produto pouco perfumado, o mais natural possível e hipoalérgico. depois, é observar e reparar se a pele reage bem.

é ainda importante vestir o bebé de acordo com a estação do ano e de acordo com a temperatura, sem utilizar tecidos que possam provocar irritações. por exemplo: se está muito calor e ele está muito agasalhado, começa a transpirar. e isto pode ser uma forma de ficar com a pele irritada. ainda sobre a roupa: esta deve ser bem enxaguada depois das lavagens de forma a garantir que não fica com restos de detergente.

é também muito importante ir limpando a pele do bebé, ao longo do dia. os alimentos muito ácidos, por exemplo, podem provocar reacções na pele.

 

– a importância da massagem

a massagem é um passo que potencia de forma determinante o desenvolvimento dos bebés.

ajuda a acalmar e relaxar [o que pode ser ótimo para dormir melhor], desenvolve a coordenação motora, estimula os músculos, ativada a circulação, alivia as cólicas e possíveis dores de crescimento dos dentes, aumenta o vínculo com o pai ou a mãe e aumenta a confiança e autoestima. na massagem podem utilizar um óleo, sempre e apenas, próprio para bebé. o ideal são os vegetais [ricos em ácido linoleico que ajuda a proteger a barreira da pele] ou os minerais. a escolha depende de cada criança e do tipo de pele que ela tem.

 

– produtos obrigatórios

resumindo e acrescentando mais alguns produtos, há 6 must-have para cuidar da pele do bebé:

– compressas para ter em casa e toalhitas para usar na rua [atenção porque a primeira opção é a melhor];

– gel de banho próprio para e pele do bebé, o mais natural possível, sem químicos e cheiros intensos;

– um creme hidratante e um creme para a fralda que sigam as mesmas características;

– um protetor solar próprio para bebé para aplicar quando vai à rua [apesar de que é importante que o bebé não seja exposto diretamente ao sol, sobretudo nas horas mais críticas];

– um óleo para massagens, de origem vegetal ou mineral.

Comentários (3)

  • […] como já vos tinha dito num post sobre o banho da Maria Luiza, a pele dos bebés é extremamente sensível. não é igual à dos adultos, ou sequer à das crianças mais velhas. o processo de desenvolvimento não termina quando eles estão dentro da nossa barriga, mas apenas depois de nascerem. como é mais fina e mais suave, irrita-se com facilidade e é mais vulnerável às alergias, ao sol, sendo que até a temperatura do corpo poderá surtir algum tipo de efeito. precisa de cuidados, rotinas e produtos próprios, mas sempre personalizados. nunca … Ver artigo completo no Blog […]

    Responder
  • Achei interessante obrigada

    Responder
  • […] Pele do bebé, seis dicas para cuidar e mimar os mais pequenos. Falemos sobre a pele do bebé! Como já vos tinha dito num post sobre o banho da Maria Luiza, a pele dos bebés é extremamente sensível. não é igual à dos adultos, ou sequer à das crianças mais velhas. o processo de desenvolvimento não termina quando eles estão dentro da nossa barriga, mas apenas depois de nascerem. como é mais fina e mais suave, irrita-se com facilidade e é mais vulnerável às alergias, ao sol, sendo que até a temperatura do corpo poderá surtir algum tipo de efeito. precisa de cuidados, rotinas e produtos próprios, mas sempre personalizados. nunca esquecer que todos os bebés são diferentes, com característica distintas. – o que é melhor: compressas ou toalhitas? […]

    Responder

Deixe um comentário