décimo mês
PubliPost viver família

quanto tempo dura, na verdade, uma gravidez? e chamaram-lhe [e muito bem]: Décimo Mês

à terceira já não estranho quando o bebé nasce e há uma certa sensação que ninguém quer saber de mim. eu entendo, a partir do momento em que nascem, os bebés são o centro das atenções. são absolutamente adoráveis [muito mais do que uma criatura exausta, cheia de olheiras e a cheirar a leite azedo] e exigem um cuidado muito especial.

mas, e as mães? quem se preocupa connosco? para nós também tudo é novo, tudo é diferente. é importante percebermos que o facto de já termos passado pelo parto, não significa que a gravidez tenha desaparecido. ela continua, cá fora, já com um bebé para cuidar. é uma nova “gravidez” que começa.

a verdade é que, nisto de ter filhos, nenhum momento é mais assustador do que o dia em que saímos da maternidade com um bebé ao colo. por maior que tenha sido a dedicação no período da gravidez, e mesmo que vá melhorando quando já é o segundo, o terceiro ou o enésimo filho, ninguém está verdadeiramente preparado para isto. na entrada deste universo completamente novo, sentimo-nos felizes mas desorientadas.

existem centenas de livros, site e blogues sobre a gravidez. achamos que sabemos tudo. mas estarão eles preparados para todos os novos problemas que surgem diariamente? saberemos lidar com o novo elemento da família? como vamos gerir o cansaço? como é viver neste misto entre paixão e prisão? por mais livros que se possam ter lido, por mais dicas que nos tenham dado, por mais filhos que já tenhamos, todos os bebés, mães e pais são diferentes. todos reagem de forma diferente a este período.

foi a pensar nisto que surgiu uma nova plataforma dedicada a todos os novos pais e bebés: “Décimo Mês”. o projecto, dinamizado por Bepanthene Pomada, pretende apoiar, aconselhar, esclarecer e responder a todas as eventuais dúvidas de quem se encontra no período do pós-parto – não só na vertente física, como psicológica e relacional.

“a lista de artigos imprescindíveis para o pós-parto”, “tratamentos para estrias”, “aprender a confiar no instinto maternal”, “deixar o bebé pela primeira vez”, “exercícios para ficar em forma”, sobre “novos sentimentos em relação ao parceiro” ou conselhos para mães solteiras [eu que já estive dos dois lados também sei como é diferente viver estas experiências nos dois contextos, nem mais fácil, nem mais difícil, só diferente].  estes são alguns exemplos de conteúdos disponíveis na plataforma “Décimo Mês”, repartidos por cinco secções e categorias: “recuperação e saúde”; “bem-estar emocional”, “uma nova realidade”, “o seu corpo no pós-parto” e “relacionamentos e amor”.

é bom que – mesmo com a coisa mais linda do mundo ao nosso colo – alguém nos pergunte: como estás?

Deixe um comentário