o meu diário

tarde no cinema [duas sugestões]

estava ansiosa para ir ver este filme. porque já tinha lido críticas muito boas [e muitas deles de amigos jornalistas]. foi exactamente aquilo que estava à espera: a adrenalina do jornalismo e uma grande história. comover-me com o som das impressoras é uma coisa que nem todos entenderão mas mesmo quem não se sensibilize com jornais, como eu, deve ir ver este filme.

da2e8ec0-f23a-4f81-8485-6fb8d24f2d91

 

como há muito não me acontecia, saí d’O Caso Spotlight, comi alguma coisa e fui ver O Jogo de Damas. tinha acabado de ler a ideia da realizadora Patrícia Sequeira [as actrizes participam na elaboração da história do filme, num duro exercício de improviso] e fiquei curiosa. corri pata ainda apanhar a sessão das 19h10 e voltei a entrar na sala de cinema. gostei muito. ri-me [coisa rara] e surpreendi-me. quem tem amizades de longa data, assim em estilo de irmandade, gostará ainda mais.

jogo-de-damas

 

Comentários (2)

  • Duas belas sugestões!!! Obrigado!

    O Pai,
    http://www.soupai.pt

    Responder
  • E o jornalista Mike Rezendes é de origem portuguesa, de São Miguel, Açores! 😉

    Responder

Deixe um comentário