o meu diário viver saudável

[será sempre admirável e novo]

será sempre admirável e novo este mundo. olhar para o antes e para o agora é mais do que ver fotografias. aquilo que mudei por fora é quase indiferente face ao que mudei por dentro. sou exactamente a mesma pessoa, com os mesmos valores e os meus interesses, as mesmas pessoas, s mesmos defeitos. nada mudou na relação que tenho com os outros. mudou tudo na relação comigo.

já aqui escrevi muitas vezes que o peso é completamente indiferente, os quilos – a mais ou a menos – só interessa se forem uma consequência [ou a causa] de coisas más. o peso que tinha em excesso significava que tinha desistido de uma parte de mim, na verdade tinha desistido de muitas partes de mim. só não tinha desistido de ser mãe. entre a primeira e a segunda foto mudou tudo na relação comigo.

posso estar cansada, posso ter olheiras [mais do que tinha na foto do antes em que estava de férias], posso andar num dificil processo de aceitação do meu olho torto [quando ando com lentes], mas na segunda foto eu gosto de mim. aprendi que nenhuma história de amor é tão importante como aquela que temos connosco. mudou tudo na relação comigo.

dói sair da zona de conforto. dói perder os apoios de sempre. dói abrir os olhos quando está demasiado barulho à volta. conheço os sinais de cansaço, conheço os sinais de frustação. já não fujo de mim, dos meus medos, dos meus fantasmas. já não fujo do formato do meu corpo, das marcas que guardo. já não tenho medo de não ser bailarina, mas continuo a ter medo da bola. não mudou nada em mim mas mudou tudo na relação comigo.

[e só podia escrever sobre amor depois disto…]

Comentários (11)

  • Incrível!
    Uma verdadeira inspiração 🙂
    Beijinhos

    Responder
  • Cada vez que leio algo sobre este teu "admirável mundo novo", há sempre algo que me faz identificar contigo. Hoje é isso. Isso do "mudou tudo na relação comigo" e apenas comigo.

    Muitos parabéns por este teu percurso maravilhoso!

    Responder
  • Que inspiração! <3

    Responder
  • Eu já não te reconheço no antes. E convivi com o teu antes muitos mais anos do que com o teu agora. Para mim, sempre foste o teu agora. Sempre. Se fechar os olhos e tentar visualizar-te antes de 10.09.2013, vejo-te como és agora. Por dentro, continuas igual.

    Responder
  • Catarina, adoro as tuas calças. Onde as compraste?Obrigada e força ai

    Responder
  • Uma verdadeira inspiração.
    No mês de Fevereiro fiz 30 anos, achei que já chegava de preguiça e de não cuidar de mim, dei uma volta á minha vida.
    Neste momento estou com menos 2kg e o que comecei a fazer por necessidade agora é uma paixão, estou a fazer yoga, meditação e faço vários exercícios e caminhadas. Estou a adorar e sinto-me tão bem 🙂

    Mudei o meu Blog para tentar inspirar mais pessoas, hoje fiz a primeira publicação depois dessa mudança, se quiser visitar, aqui fica o link:

    http://nacozinhacomafilipa.blogspot.pt/

    Bj

    Responder
  • Como sempre uma inspiração
    bjs

    Responder
  • como sempre uma inspiração! bjs

    Responder
  • Muito bom!

    Responder
  • Neste momento precisei de ler estas tuas palavras, inspirar me.
    Obrigada querida.
    Bjs

    Responder
  • […] é um tema recorrente neste blog. a estranha, e às vezes tão difícil, luta com a nossa imagem. sei que me repito. mas também sei que esta é uma questão na vida de muitas e muitas mulheres. por isso todas as repetições são necessárias. […]

    Responder

Deixe um comentário